banner
publicidade
publicidade

Justiça cassa Agripino Barreto, prefeito eleito em Serra dos Aimorés

O prefeito eleito no município mineiro de Serra dos Aimorés, Agripino Barreto (PR) teve o registro de candidatura cassado pela Justiça Eleitoral, por captação de sufrágio durante a campanha política. A sentença foi anunciada esta semana pelo juiz da cidade, Thiago Grazziane Gandra, que acatou ação do Ministério Público Eleitoral.

Segundo denúncia da coligação “Serra Em Boas Mãos”, que ficou em segundo lugar nas eleições municipais deste ano através do candidato Agnaldo Pacheco Cordeiro (PRP), o vencedor do pleito distribuiu cervejas e refrigerantes durante uma caminhada na cidade. Em depoimento ao Ministério Público, quatro testemunhas afirmaram que viram as bebidas sendo distribuídas em uma caminhonete vermelha.

 

Em sua defesa, a coligação de Barreto admitiu ter distribuído as bebidas, mas alegou que foram apenas para os cabos  eleitorais que trabalhavam na campanha, devido ao “forte calor”, porém, esse argumento não foi considerado pela Justiça Eleitoral. “Admitir a distribuição de bebida porque estava calor, seria o mesmo que admitir a distribuição de agasalhos nas cidades frias, o que é terminantemente vedado pela legislação eleitoral”, afirma o juiz, em seu despacho.

“Agindo desta forma, mesmo que implícita e subliminarmente, os requeridos angariaram votos e, por pequena diferença, venceram as eleições municipais em Serra dos Aimorés”, completa o magistrado, que penalizou ainda o candidato com a multa de R$ 20 mil.

Diante da comprovação da captação de sufrágio, a Justiça Eleitoral determinou a diplomação de Agnaldo Pacheco Cordeiro e do seu vice Antônio Carlos Antunes Saúde (Loro-PMDB), que deve ocorrer no dia 15 de dezembro. Barreto obteve 2115 votos contra 2077 do seu concorrente.

Agripino Barreto, que venceu as eleições municipais com diferença de apenas 78 votos,foi ex presidente da câmara municipal de vereadores da cidade de Mucuri/BA e teve o seu nome envolvido em denuncias que levaram  ao afastamento e prisão de  vários vereadores daquela localidade, mas que antes renunciara ao mandato para concorrer ao cargo de prefeito na cidade vizinha de Serra dos Aimorés/MG, teve problemas para registrar a sua candidatura por motivo de domicilio eleitoral.

Por Domingos Oliveira/radar830


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21