banner
publicidade
publicidade

Lava Jato: Supremo aceita denúncia e Mário Negromonte vira réu

Foto: Câmara dos Deputados/Fotos Públicas
Foto: Câmara dos Deputados/Fotos Públicas

 

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal aceitou nesta terça-feira (6) a denúncia, no âmbito da Lava Jato, contra quatro políticos do PP, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Entre os citados, está o ex-deputado Mário Negromonte (BA). Os outros indiciados são o ex-deputado João Pizzolatti (SC) e os deputados José Otávio Germano (RS) e Luiz Fernando Faria (MG).

As denúncias em relação aos deputados Arthur Lira (AL), o líder do partido na Câmara, Roberto Britto (BA) e Mário Negromonte Júnior (BA) foram rejeitadas pelos ministros.

De acordo com o processo, o grupo teria recebido recursos de propina em contratos firmados entre empreiteiras e a Diretoria de Abastecimento da Petrobras, entre 2006 e 2014. Um relatório da Procuradoria Geral da República (PGR) indica que os negócios eram fechados em valores superfaturados e pagos pelas empresas aos políticos para manter o esquema com aval do ex-diretor Paulo Roberto Costa, indicado pelo PP para o cargo.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21