banner
publicidade
publicidade

Lula diz que igualdade entre sexos está longe de ser conquistada

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse 4ª feira (01), em Foz do Iguaçu, em discurso para uma plateia na maioria formada por mulheres, que a igualdade entre os sexos “ainda está longe de ser conquistada”. “Não é uma lei que resolve isso”, acentuou. “É um processo de maturidade, de evolução política da consciência da sociedade.” Lula leu boa parte de seu discurso e somente ao final optou pelo improviso. “A mulher precisa evoluir para a conquista política”, reforçou. Lula falou na abertura da conferência Gênero, Desenvolvimento e Poder, que tem o objetivo de refletir sobre assuntos cotidianos nos ambientes e relações de trabalho, para estimular a igualdade entre homens e mulheres.

No início, ele acentuou que fez muita coisa pelas mulheres, com 46 medidas normativas, e destacou a criação da Secretaria de Políticas para as Mulheres e a Lei Maria da Penha. “Mas o caminho a ser percorrido ainda é longo”, ponderou. “E aí é meu lado feminino que está falando: estamos apenas começando uma luta.” No entanto, destacou que as mulheres já provaram que “podem comandar grandes empresas e ocupar postos de destaque na função pública”. Mas, no discurso, insistiu mais nos afazeres domésticos.

“Trabalho doméstico é coisa chata prá caramba, é uma mesmice todo dia, é coisa pesada”, afirmou. “Façamos cada um de nós um pouco da tarefa que as mulheres fazem para sentir o que é trabalho de verdade.” Coube ao diretor-brasileiro da Hidrelétrica Itaipu Binacional dar um tom político-eleitoral ao ato. Sem citar nomes, ele afirmou que Lula teve muita coragem ao indicar a primeira mulher para tomar conta da diretoria financeira da empresa, a candidata ao Senado pelo PT, Gleisi Hoffmann, e, depois, por ter colocado a primeira mulher no Ministério de Minas e Energia e, posteriormente, na chefia da Casa Civil, “demonstrando que queria fazer essa revolução no País”. O presidente permanece hoje (02) em Foz do Iguaçu.

A primeira atividade é a inauguração simbólica do marco da garantia dos direitos das crianças e adolescentes da Tríplice Fronteira. Depois, participa do Seminário Latino-Americano da Rede de Acolhimento Familiar, em um hotel da cidade. Em seguida, vai à Hidrelétrica Itaipu Binacional para evento com alunos da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), em que será lacrada a Cápsula do Tempo, com mais de 3,5 mil mensagens. O presidente também profere a aula inaugural na instituição e inaugura uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). À noite, a agenda é político-eleitoral, em comício com a presença da candidata Dilma Rousseff (PT), na Praça da Bíblia. (Evandro Fadel – AE)


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21