banner
publicidade
publicidade

LULA REBATE ACUSAÇÕES, CHORA E DIZ QUE TEM ORGULHO DE ANDAR DE CABEÇA ERGUIDA


Após a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) formalizada contra sua esposa e outras seis pessoas, Lula marcou para esta quinta-feira (15) uma coletiva de imprensa para dar sua versão dos fatos apresentados pelo procurador Deltan Dallagnol que o apontou como “comandante máximo do esquema de corrupção da Petrobras”.

Durante o discurso, Lula se emocionou ao dizer que “tem orgulho de andar de cabeça erguida”. Antes de subir para discursar, o presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Rui Falcão, afirmou que o procurador Deltan Dallagnol “protagonizou junto com sua turma um grotesco espetáculo midiático” na coletiva de imprensa do MPF de quarta-feira (14).

No início de seu discurso, Lula recontou sua história política e afirma sentir orgulho de ter formado o “mais importante país de esquerda da América Latina”. De acordo com o ex-presidente, ele e o PT são atacados pelo sucesso de seu governo. “Nós tiramos da sala o tapete que escondia a corrupção deste país. Isso vale para o PT e para qualquer partido político”, afirmou Lula. “Ontem eu fui vítima de um momento de indignação. Sinceramente, nunca pensei em passar por isso. Convocaram uma coletiva para mostrar o crime que o Lula cometeu. ‘Será que eu tenho uma doença de esquecimento?’” questiona o ex-presidente.

O ex-presidente também questionou o uso de dinheiro público para convocar uma coletiva de imprensa em um hotel e não apresentar provas contra ele. “Como você convoca uma coletiva, gastando dinheiro público, montando uma estrutura para apresentar a prova de um crime e dizem: ‘eu não tenho prova, mas tenho convicção’”, parafraseando a fala de um dos promotores do MPF.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21