banner
publicidade
publicidade

Maias afirmam: mundo não vai acabar e tudo não passa de uma confusão

Em Los Angeles, na Palacita Olvera e no Centro Cultural EEK Mayab, aconteceu um encontro dos Líderes maias da América Latina para explicar a grande ”confusão” que vem sendo feita sobre a próxima mudança de ciclo no calendário pré-colombiano (maia) e para abençoar a comunidade de imigrantes que vive neste país. “De acordo com o calendário maia, este ano será marcado por uma mudança de ciclo que foi iniciada há 5.125 anos, o chamado baktunes”, disse Marte Trejo, historiador e astrônomo mexicano.

O historiador completou dizendo que o mundo não vai acabar apesar da mudança de ciclo. “Não devemos nos preocupar pensando que haverá uma destruição total do planeta. O que acontecerá é simplesmente uma mudança de ciclo, que terminará em dezembro para começar um novo período ou novo baktun”, afirmou.

Líderes da etnia zapoteca também realizaram uma oração em língua Maia para a comunidade, no centro histórico de Los Angeles.

“Essa confusão foi provocada por alguns meios de imprensa e por algumas pessoas que não souberam explicar ao certo sobre o que é realmente a visão de mundo dos maias”, afirmou Xicum.

“A visão de mundo maia é a união entre a natureza e Deus, é a união entre os corpos celestes com a mãe terra”, completou o sacerdote.

“O sistema de contagem de tempo dos maias não era linear, mas era circular e, por isso, o calendário também é circular, já que os ciclos começam em um ponto e terminam em si mesmos. Assim, nasce um novo período”, informou Trejo, que é colaborador da Secretaria de Turismo do México para falar sobre o Mundo Maia.

Leia também:


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21