banner
publicidade
publicidade

Marina Silva declara apoio a Aécio Neves no segundo turno

 

Marina Silva (PSB) declarou apoio ao candidato Aécio Neves (PSDB) no segundo turno das eleições presidenciais de 2014. O anuncio foi feito em uma entrevista coletiva na manhã deste domingo. Marina assumiu a corrida eleitoral pelo PSB após a morte de Eduardo Campos e terminou em terceiro lugar no primeiro turno.

Durante o pronunciamento, ela lembrou a visita de Aécio a Pernambuco, quando o candidato apresentou o documento “Juntos pela Democracia, pela Inclusão Social e pelo Desenvolvimento Sustentável”, com seus compromissos caso seja eleito. “Quero, de início, deixar claro que entendo esse documento como uma carta compromisso com os brasileiros, com a nação. Rejeito qualquer interpretação de que seja dirigida a mim, em busca de apoio”, disse. “Os compromissos explicitados e assinados por Aécio tem como única destinatária a nação e a ela deve ser dada satisfação sobre seu cumprimento. E é apenas nessa condição que os avaliei para orientar minha posição neste segundo turno das eleições presidenciais”.

Marina ressaltou a importância da alternância de poder no Brasil e anunciou o apoio ao candidato do PSDB. “Votarei em Aécio e o apoiarei, votando nesses compromissos,  dando um caráter de confiança à sinceridade de propósitos do candidato e de seu partido e, principalmente, entregando à sociedade brasileira a tarefa de exigir que sejam cumpridos.”

Compromisso

Entre os pontos acordados está o compromisso com a reforma agrária, o fim da reeleição e a elaboração de um projeto de lei que transforme o Bolsa Família em política de Estado. “Compromissos avançados com a educação, assumindo a educação em tempo integral, que Eduardo Campos tanto se esforçava para mostrar que fez a diferença na qualidade do ensino em Pernambuco”, acrescentou, durante o pronunciamento sobre os termos do documento.

Também fazem parte do compromisso assinado pelo candidato uma série de pautas sócio-ambientais, como o fim do desmatamento e a manutenção da prerrogativa do Executivo na demarcação de terras indígenas. “Inédita determinação de preparar o país para as mudanças climáticas e fazer a transição para uma economia de baixo carbono, assumindo protagonismo global nessa área”, elogiou a ex-ministra do Meio Ambiente.

Marina ressaltou que sua decisão foi tomada após todos os partidos de sua base de apoio manifestarem as posições, em sua maioria, favoráveis a Aécio Neves. “A minha posição nesse momento tem um lastro daqueles que me empoderaram para liderar a campanha política no primeiro turno. E respaldada por esse lastro, após conversar com muitas pessoas, refleti sobre o momento importante que o nosso país está vivendo”. Com Agência Brasil

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21