banner
publicidade
publicidade

Medeiros Neto perde um de seus pioneiros

Medeiros Neto perde um de seus pioneiros

 Muita gente acha que o referencial mais importante de uma cidade são seus prédios, pontes, avenidas ou monumentos. Eles se enganam. O tesouro mais precioso de qualquer vila, povoado, cidade ou região são as pessoas. São elas que constroem, ampliam, educam, alavancam e honram cada lugar.

 Alguns contribuem de forma ostensiva, como empresários, artistas, políticos, clérigos e desportistas. Outros não se destacam na mídia, mas são as reservas morais, que honram e dignificam o solo onde pisam. Pessoas simples, cuja história não vai além da trajetória como cidadãos ou pais e  mães de família. Pessoas que são exemplos de honradez, disciplina, honestidade. Gente de caráter.

 Assim era Joaquim Aguillar, que muita gente em Medeiros conhecia como Joaquim Marco, ou Joaquim Marcos. Homem simples, afável, religioso, que há cinqüenta anos era visto indo à igreja Batista com a inseparável Bíblia e há alguns anos em sua pequena porta de venda de confecções no mercado.

 Casou-se com Asperina, companheiro da mais de meio século, com a qual formou um casal admirável, pais de uma família numerosa, entre eles a Dra. Cácia Aguillar, o Hilquias, professor da antiga Emarc e  do Pastor Joaquim Aguillar, com o nome do pai e mais um grande numero de filhos e filhas.

Joaquim Aguillar  visualizou a história de Medeiros Neto desde o final dos anos 30 (ufa!) e foi sempre um cidadão interessado no desenvolvimento da cidade. Um conselheiro e tanto. Ele partiu neste início de dezembro, deixando muita saudade e deixando também a sua querida Medeiros Neto mais pobre com sua ausência.

         ( Jader Alves Pereira)

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21