banner
publicidade
publicidade

Moradores de Aparaju-BA visitam fábrica da Fibria

Moradores de Aparaju-BA visitam fábrica da Fibria

 

Um grupo de 40 pessoas conheceu de perto as atividades da empresa, em Barra do Riacho (Aracruz-ES)

 

A comunidade de Aparaju, que fica em Alcobaça, no sul da Bahia, está bastante presente no dia a dia das operações florestais da Fibria, já que fica situada em região onde a empresa mantém plantios e atividades de colheita e transporte de madeira. No dia 22 de março, um grupo de 40 pessoas de Aparaju, a maioria estudantes e mulheres, teve a oportunidade de conhecer de perto o processo de produção de celulose da Fibria, ou seja, a destinação que é dada à madeira plantada e colhida na região.

O grupo foi recebido na unidade industrial da empresa, em Aracruz (ES), por gestores da área industrial que explicaram como a madeira se transforma em fardos de celulose. Depois do almoço no Restaurante da fábrica, o grupo iniciou a visita pelo Pátio de Madeira, onde é recebido o eucalipto que chega do campo. Em seguida passou por toda a linha de produção, indo até o Enfardamento, onde a celulose é cortada e embalada em fardos. Dali, os visitantes seguiram para Portocel, conhecendo o terminal de onde a celulose da empresa segue para várias partes do mundo.

Esse tipo de visita faz parte da política de relacionamento da Fibria com as comunidades situadas na sua área de influência. Lucimara Andrade dos Santos, presidente da Associação de Pontas e Galhos de Aparaju, foi uma das participantes da visita e fala do resultado: “Os estudantes ficaram maravilhados com o que viram, principalmente com a preocupação da empresa em relação ao meio ambiente”. Segundo ela, a visita permite que os estudantes possam atuar como multiplicadores das informações recebidas a respeito da empresa.

Fernando Silva Santiago foi um dos estudantes que participou da visita e disse que foi “benéfico e gratificante obter conhecimento sobre as atividades da empresa”. Ele destacou os projetos e compromissos da Fibria, principalmente relacionados aos jovens e ao meio ambiente. Já Wesley da Silva lembrou que Aparaju é uma comunidade com poucas oportunidades para os jovens e os projetos realizados pela Fibria contribuem para minimizar a situação. “Com a visita à Fibria, obtivemos um conhecimento de suma importância para nossa aprendizagem”, disse ele.

 

Apoio ao Desenvolvimento – Aparaju é uma das 19 comunidades do sul da Bahia que participam do Programa de Desenvolvimento Rural Territorial (PDRT), instituído pela Fibria para promover o fortalecimento das associações de pequenos produtores rurais, com foco na agricultura familiar. Por meio do PDRT, a empresa cede área em regime de comodato para as associações e oferece a assistência necessária (preparo de solo, adubo, sementes, assistência técnica), além da orientação necessária para comercialização de produtos e acesso às políticas públicas que contribuem para o desenvolvimento da agricultura familiar.

Através do PDRT, um grupo de 19 participantes da Associação de Pequenos Produtores de Aparaju cultiva, em uma área de 59 hectares cedida pela Fibria, produtos de ciclo curto (feijão, aipim e hortaliças diversas), que são vendidos no comércio local. Um grupo de 11 famílias da comunidade também é beneficiado com a doação, por parte da Fibria, de pontas e galhos de eucalipto que são vendidos para olarias, padarias e outros.

 

Com essas atividades, a empresa contribui para a geração de renda na comunidade, segundo observou Narcisio Luiz Loss, consultor de sustentabilidade da Fibria, acrescentando que o PDRT vem contribuindo para a inclusão de comunidades do sul da Bahia na atividade econômica local.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21