banner
publicidade
publicidade

Morte de namorada de traficante é elucidada

Com a prisão das traficantes Juliana dos Santos Silva, 23 anos, e Jamile Rosa da Silva, 30, na quarta-feira (14), a Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes de Teixeira de Freitas elucidou o homicídio de Adriana Santos de Jesus, 18, assassinada a mando do namorado Luiz Silva Souza, o “Lula”, ao qual devia R$ 6 mil, referente ao tráfico de drogas. Adriana foi encontrada morta no início de março com dois tiros na cabeça, nas imediações de uma represa, no bairro da Liberdade, naquele município.

Segundo o delegado Wendel Ferreira, titular da DTE, denúncias anônimas encaminhadas à polícia informavam que Lula teria ordenado a execução. Durante as diligências para capturá-lo, os policiais chegaram até um imóvel onde Juliana e Jamile, comparsas do traficante, foram flagradas com cerca de um quilo de maconha.

Juliana assumiu a propriedade da droga e confessou também ter testemunhado o assassinato da amiga Adriana. Ela confessou que atraiu a vítima, a pedido de Lula, até o local do crime, onde outro traficante (identificado como Édson Rocha de Oliveira, o “Choque”), utilizando um revólver calibre 38, deflagrou um tiro na cabeça da vítima.

Custodiadas no Conjunto Penal, Juliana e Jamile foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico. LulaChoque, uma adolescente de 14 anos e um sexto integrante do bando, identificado como Cristiano dos Santos da Silva, que também presenciaram o crime, estão sendo procurados. Procedente de Eunápolis, o grupo migrou para Teixeira de Freitas para expandir o tráfico de drogas naquela região.

ASCOM/PC


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21