banner
publicidade
publicidade

“NINGUÉM TOLERA MAIS O MAL DA CORRUPÇÃO”, DIZ NOVO PRESIDENTE DO TCU

“NINGUÉM TOLERA MAIS O MAL DA CORRUPÇÃO”, DIZ NOVO PRESIDENTE DO TCU

O novo presidente do TCU (Tribunal de Contas da União), o ministro Raimundo Carreiro, ressaltou, em pronunciamento durante sua posse, que, “no momento de crise, a sociedade questiona a todo momento o poder público e suas instituições”. “Ninguém tolera mais o mal da corrupção”, disse Carreiro, pontuando que o tema é sensível para a sociedade.
O ministro tomou posse da presidência do órgão em cerimônia na sede do TCU, em Brasília, nesta quarta-feira (14). Estiveram presentes no evento o presidente da República, Michel Temer (PMDB), e o presidente do Congresso, o senador Renan Calheiros (PMDB). Nenhum dos dois, porém, discursou. Ambos foram citados por delator da Odebrecht no âmbito da Operação Lava Jato.
Carreiro também tem seu nome envolvido na Lava Jato por suposto recebimento de propina. Ele foi citado em depoimentos de delação premiada do empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC, como possível beneficiário de R$ 1 milhão supostamente entregue ao advogado Tiago Cedraz, filho do atual presidente do TCU, Aroldo Cedraz, para influenciar decisão em processo que tratava das obras da usina de Angra 3. Carreiro, Aroldo e Tiago Cedraz negam qualquer envolvimento em irregularidades.
Para atuar no combate à corrupção, Carreiro disse que pretende “interagir, intensificar e atuar em conjunto com os órgãos da rede de controle”, o que permitirá “ações coordenadas”. “Como consequência, o cidadão poderá ver a boa destinação dos tributos que lhe são cobrados todos os dias”, apontou o ministro, lembrando que, em 2015, para cada real investido no TCU, “o país economizou o equivalente a 13 reais”.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21