banner
publicidade
publicidade

Nossas decisões dependem dos nossos pensamentos

Nossas decisões dependem dos nossos pensamentos

I leitura: Fil. 4, 4-9 / Salmo: 144 / Evangelho: Mt 9,18-26.


Nesta segunda, vamos refletir sobre um tema que acompanha todos nós e está presente em nossas ações: O nosso pensamento. O que tem ocupado seus pensamentos? Você já parou para analisar a qualidade dos seus pensamentos? São nos nossos pensamentos que articulamos idéias que irão tornar possíveis nossas decisões. Portanto podemos afirmar que sem o ato de pensar não poderemos tomar decisões e não teremos ideais.

O Evangelho de hoje nos mostra claramente que pensar é uma questão de fé. Uma mulher atormentada por um fluxo de sangue, havia doze anos, aproximou-se dele por trás e tocou-lhe a orla do manto. Dizia consigo: “ Se eu somente tocar na sua vestimenta, serei curada” (Mt 9, 20-21). A mulher pensou, articulou para depois tomar a decisão de chegar perto de Jesus. É tão importante essa relação de fé e pensamento que dependendo do nosso pensamento poderemos crescer, estagnar e até mesmo regredir a nossa fé. No evangelho, tanto na vida da mulher doente como na filha de Jairo o fator decisivo para conquistar a cura foi à fé. “Jesus virou-se, viu-a e disse-lhe: “Tem confiança, minha filha, tua fé te salvou”. E a mulher ficou curada instantaneamente” (Mt 9,22).

É fundamental cuidar do pensamento, crescer na vida interior, ser voltado para as coisas de Deus, se preocupar com a alma. Quando falamos em crescer na vida interior não significa ser fechado, e sim ter consciência das suas vontades, dos sentimentos e inteligência.  Sentimento envolve os nossos sentidos, ou seja, tato, visão, olfato, audição e paladar. Através dos nossos sentidos absorvemos, envolvemos e colocamos na nossa vida interior aquilo que percebemos, a vida perpassa nessas três circunstâncias: vontade, sentimento e inteligência.

A Vontade nos leva a ser pessoas de impulso. Se não pensamos, agimos apartir de nossas vontades, e fatalmente nos machucamos, porque agir no impulso é agir sem pensar, o que nos torna inconseqüentes. Da mesma forma se dá quando agimos apenas apartir do sentimento. Trocamos amor pelas paixões, (paixões sem raiz, de pouca duração), assim como tantas vezes paramos no sentimentalismo das sensações, queremos está constantemente sentido arrepios ou coisas do gênero. A fé passa pelo sentimento, mas não pára em nossas sensações. Isso nos leva a refletir o quão importante é o ato de pensar. O amor é decidido pela vontade, amar é uma decisão que não é tomada apenas pelo coração, é uma escolha que passa pela liberdade e pela consciência, é um ato da vontade do querer. É uma decisão que exige esforço e renúncia. Contudo é preciso pensar para decidir e continuar.

A vontade e o sentimento devem acompanhar minhas decisões. As decisões não podem ser isoladas, é preciso passar pelo ato de pensar. Paulo nos exorta, é preciso ocupar o pensamento com o que é verdadeiro, está em um lugar e ocupar o pensamento com outra coisa, ou outra situação é perder tempo. “Tudo o que é verdadeiro, tudo o que é nobre, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, tudo o que é virtuoso e louvável, eis o que deve ocupar vossos pensamentos” (Fil. 4, 8 ). Eis uma perfeita receita de como deve ser direcionado os nossos pensamentos. É preciso optar por uma vida original, baseada na verdade.

Não deixemos que o mau pensamento aja em nossas vidas, que as paixões roubem o amor e que os impulsos nos façam nos machucar. Nem tudo que pensamos podemos fazer, mas tudo que fazemos, sejam atitudes, decisões ou ideais precisam passar pelo pensamento. Pensar com mente de Cristo é ser sensível a coisas de Deus, é perceber o que Deus quer fazer e permitir o Espírito Santo conduzir a nossa vida. A conseqüência do bom pensamento é Paz na vida. “E a paz de Deus, que excede toda a inteligência, haverá de guardar vossos corações e vossos pensamentos, em Cristo Jesus” (Fil. 4, 7) . Tudo posso naquele que me fortalece.

Exortação feita pelo Pe. Alexandre Junior Simões de Souza
Texto de Gidalva Pardim.

Fonte: site Paróquia Nossa Senhora das Graças – Teixeira de Freitas – Ba
ACESSE O SITE : WWW.RAINHADASGRAÇAS.COM.BR


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21