banner
publicidade
publicidade

Oficinas Galpão encerram fase de formação audiovisual

Depois da orientação de especialistas sobre as várias fases de produção de um vídeo, os selecionados voltam agora para suas cidades para a gravação do roteiro

Foram dez dias de estudos sobre roteiro, direção de arte, som, produção e vários outros temas relacionados ao cinema. Os quatorze jovens de diversas partes do Brasil participantes das Oficinas Galpão encerraram no domingo (1º/08) a fase de formação de projeto. Desde o dia 23 de julho eles estavam reunidos nos chalés do Mosteiro Zen Budista, em Ibiraçu (ES), para aprender como dirigir um curta-metragem e transformar o roteiro criado por eles em vídeo digital.

Durante a qualificação, os jovens entre 16 e 26 anos viveram uma espécie de imersão audiovisual, com orientação de profissionais de destaque do cinema brasileiro. “Os professores aqui são de alto nível e eu estou vendo muita coisa nova, aprendendo um pouco de cada matéria para não fugir do foco durante as gravações”, conta Claudio Albuquerque da Silva, do Instituto Eu Mundaú, de Alagoas. Islan de Jesus dos Santos, do Centro de Estudos Raízes do Recôncavo, da Bahia, também aprovou a experiência: “Estou achando super legal. Quero aprofundar meu conhecimento na área. Antes, pensava em cursar faculdade de jornalismo. Mas, mudei de ideia. Quero fazer cinema!”

Além de aulas, os alunos participaram também de atividades de integração e palestras. Neste ambiente, os participantes puderam trocar experiências e ideias, saber mais sobre o roteiro de seus companheiros e sobre o trabalho desenvolvido pelas respectivas instituições. Danilon Luiz Francisco, da Associação Quilombola de Helvécia, Bahia, destaca o aprendizado dele nessas trocas de informação. “Estou aprendendo também nas conversas com pessoas de outros estados, que já têm alguma experiência com audiovisual”, diz

Na noite de quinta-feira (29/07), aconteceu a cerimônia de entrega dos certificados, que contou com a presença dos representantes da Fibria Soraya Ribeiro Rocha, Analista de Relações com a Comunidade, e Pedro Torres, Coordenador de Comunicação, ambos da Unidade Aracruz. Os alunos receberam também um box de DVDs do projeto Revelando os Brasis e aproveitaram o momento para apresentar um pouco do trabalho desenvolvido pelas instituições e trocaram materiais produzidos por elas, como DVds, camisas e encartes.

A fase de formação foi a primeira de três etapas das Oficinas Galpão. Na segunda fase, que começa agora, os participantes colocarão em prática o que aprenderam, realizando a gravação do roteiro. Na terceira etapa, os vídeos finalizados serão apresentados em um circuito de exibição e será lançado um box de DVDs com as produções. O projeto é uma realização do Instituto Galpão e conta com patrocínio do Instituto Votorantim e da Fibria. A iniciativa tem por objetivos aprimorar a formação e a inclusão audiovisuais de jovens e proporcionar a troca de experiências vivenciadas pelas instituições sociais.

Sugestão de legenda para a foto: Pedro Moraes e Soraya Ribeiro entregam certificado a Danilon Luiz Francisco, da Associação Quilombola de Helvécia.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21