banner
publicidade
publicidade

OPERADOR DE PROPINAS DA ODEBRECHT É PROCURADO PELA INTERPOL

OPERADOR DE PROPINAS DA ODEBRECHT É PROCURADO PELA INTERPOL


Apontado como operador das propinas pagas pela Odebrecht a ex-dirigentes da Petrobras no exterior, o economista Bernardo Schiller Freiburghaus, 47, foi incluído na lista de procurados da Interpol (registro internacional para pessoas desaparecidas) por suspeita de lavagem de dinheiro.

Nascido no Rio e dono de um passaporte suíço, Freiburghaus deixou o Brasil no ano passado logo depois da deflagração da Operação Lava Jato e da prisão do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa. Ele se refugiou na Suíça, onde mora em um apartamento de andar inteiro em uma das zonas mais valorizadas de Genebra.

Freiburghaus é apontado como o operador que ajudou o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa a abrir empresas offshores e contas secretas por onde circularam pelo menos US$ 20 milhões em bancos suíços e a remeter outros US$ 2 milhões a uma conta secreta do ex-gerente da diretoria de Serviços da Petrobras Pedro Barusco.

De acordo com a delação de Costa, foi o diretor da Odebrecht Rogério Araújo em 2008 ou 2009 que determinou que Freiburghaus operacionalizasse pagamentos no exterior. As informações são da Folha.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21