banner
publicidade
publicidade

OTTO QUER MUDAR LEIS TRIBUTÁRIAS, CÓDIGO PENAL E REGRAS POLÍTICAS

Eleito pelo PSD na noite de ontem, Otto Alencar chega ao Senado da República com a promessa de ser um parlamentar “reformista”. “Eu quero lutar pelas reformas importantes para o Brasil. O Congresso tem essa dívida com o país”, disse, ontem, em meio à comemoração no Palácio de Ondina, ao lado do governador eleito, Rui Costa (PT), e de correligionários.

Entre as reformas prioritárias para Otto, estão mudanças no Código Penal, como a redução da maioridade; a reforma política, com eleições gerais e de cinco em cinco anos; e o fim do fator previdenciário.
“A presidente Dilma Rousseff já se posicionou contra o fim do fator previdenciário, mas acho o cálculo injusto. Eu vou conversar com ela para ver se tem como rever isso. Eu não vou para lá dizer ‘amém’ para tudo que o governo que eu vou ajudar a construir quer”, afirmou o atual vice-governador do estado, que, com quase 56% dos votos válidos, venceu a disputa contra o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB).

Parceiro de Casa, a partir de 2015,  da senadora Lídice da Mata (PSB), que também concorreu ao governo da Bahia, Otto disse ver possibilidade de “refazer” a bancada baiana do Senado, que conta com o mandato de Walter Pinheiro (PT), seu aliado político.

“Não tenho nenhuma dúvida que dá para recompor a bancada com a senadora Lídice da Mata. Ela tem uma história de vida respeitada e, ao longo de sua vida, nunca cometeu uma falha moral. É um quadro importante”, elogiou Otto, de 67 anos, que foi eleito vice-governador também em 1998 e assumiu o governo quando o governador Cesar Borges saiu para ser candidato ao Senado. (Correio)


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21