banner
publicidade
publicidade

Painel: Bastidores de Brasília O alvo era Serra

Painel: Bastidores de Brasília O alvo era Serra

O alvo era Serra – Primeira vítima do vazamento de dados fiscais sigilosos, Eduardo Jorge diz que o relatório da Corregedoria da Receita mostrando acesso imotivado às declarações de renda de Ricardo Sérgio, Gregório Preciado e Luiz Carlos Mendonça de Barros evidencia ação orquestrada. O objetivo era atingir a candidatura do Serra e não simplesmente pessoas ligadas ao PSDB. Se a ministra Dilma pedia provas, elas estão aí.

Até a noite de ontem, a posição da campanha era a de não levar o caso aos dois programas de televisão que serão exibidos hoje no horário eleitoral. Quanto aos programas seguintes, a decisão está em aberto.

Seletivo – Não foi à toa que o programa de TV de Serra pegou mais pesado com José Dirceu, o do mensalão, do que com Antonio Palocci, citado sem menção a nenhum escândalo. O candidato não se sente à vontade em expor o ex-ministro da Fazenda, com quem tem bom relacionamento.

Divã – Em reunião com 350 dirigentes, o PSDB-SP evocou a virada de Mário Covas na eleição de 98 para inflamar a militância pró-Serra e distribuiu kits com DVDs e adesivos. O evento teve até terapia de grupo, quando um prefeito denunciou colegas que escondem a campanha em suas cidades.

Gargarejo – A tarefa não é fácil, mas a coordenação da campanha petista está fazendo o que pode para poupar a voz de Dilma Rousseff. Com vários discursos no mesmo dia, as crises de rouquidão têm sido frequentes.

Tenho dito – Resposta de Lula a quem lhe perguntou sobre a pressão do PMDB de Geddel Vieira Lima para que o presidente não fosse a comício com Jaques Wagner (PT) na Bahia: Quando o Geddel decidiu ser candidato, ele não perguntou o que eu achava. E palpite sobre onde vou só a Marisa dá.

Cofre 1 – Aloizio Mercadante (PT-SP) foi o candidato que declarou maior volume de despesas em dinheiro na prestação de contas individual relativa ao primeiro mês da campanha. Foram R$ 13 milhões, de um total de R$ 149 milhões de gastos.

Cofre 2 – Osmar Dias (PDT-PR), com R$ 4,9 milhões, e Sérgio Cabral (PMDB-RJ), com R$ 4 milhões, aparecem respectivamente em segundo e terceiro lugares na lista. Candidata à Presidência, Dilma Rousseff está em sétimo lugar no ranking. José Serra e Marina Silva (PV) optaram por apresentar despesas em dinheiro somente nas contas de comitês criados para a campanha deles.

Ampulheta – Recordista de votos entre os tucanos em 2006, o deputado federal Emanuel Fernandes teve registro de candidatura à reeleição indeferido pelo TRE-SP por atraso no envio de certidão judicial. Seus advogados correm contra o tempo para reverter a decisão.

Tiroteio

Isso só comprova o uso da Receita Federal para fazer luta política. A Dilma não pode fingir que não é importante

Do senador SÉRGIO GUERRA (PE), presidente do PSDB, sobre a revelação de que, além de Eduardo Jorge, três pessoas de algum modo relacionadas ao candidato José Serra tiveram seus dados fiscais vasculhados.

Contraponto

Horário gratuito – No heliponto da Lagoa Rodrigo de Freitas, Ana Maria Braga fazia entrevistas para o Mais Você.

– Bom dia. O senhor é o comandante?

Um assessor explicou à apresentadora:

– Este é o nosso vice-governador, Ana.

Surpresa, ela trocou algumas palavras com Luiz Fernando Pezão (PMDB), para em seguida se dirigir ao acompanhante do vice:

– Você também vai pegar o helicóptero?

– Sim, Ana. Sou Lindberg Farias (PT), muito prazer. Sou candidato ao Senado e estou indo pro interior!


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21