banner
publicidade
publicidade

PAINEL :Bastidores de Brasília Marina em novo tom

PAINEL :Bastidores de Brasília Marina em novo tom – O programa de Marina Silva (PV) hoje será um apelo ao eleitor. Os (outros) dois candidatos fazem chantagem emocional (…). Criam duas novelas. Numa o Brasil é todo azul, na outra é cor de rosa, dirá Marina. No Brasil real, a coisa é muito diferente. O fecho: Confio em você pra gente decidir esta eleição num segundo turno, com tempo igual pros candidatos.

A guinada na propaganda resulta da avaliação de que a queda de José Serra (PSDB) e o já ganhou de Dilma Rousseff (PT) criam uma janela de oportunidade para Marina. Desde o final da semana passada, a senadora martela em eventos públicos o discurso de que haverá segundo turno entre duas mulheres.

Sorry 1 – Assim como em ocasiões anteriores, candidatos a deputado federal e estadual do PSDB souberam apenas na undécima hora que José Serra visitaria Minas ontem. A diferença é que, desta vez, poucos toparam cancelar suas agendadas para acompanhá-lo.

Sorry 2 – Na expectativa de reunir o maior número de prefeitos no evento pró-Serra e Alckmin a ser realizado amanhã em São Paulo, o PSDB telefonou até para o coordenador da campanha de Dilma no Estado, Du Altimari (PMDB), de Rio Claro.

Uma mão… – Entusiastas da aproximação PMDB-Gilberto Kassab, flerte interpartidário do momento, ponderam que a eventual migração do prefeito de São Paulo seria lucrativa para ambas as partes. Dono do maior estoque de votos do DEM, Kassab daria ao PMDB um dos poucos atributos que lhe faltam: densidade eleitoral no principal Estado do país.

…lava a outra – O PMDB, por sua vez, representaria para Kassab uma alternativa tanto à decadência do DEM quanto à perspectiva de entronização de Geraldo Alckmin no PSDB paulista.

Que fase! – Por ora, o placar de 2010 não está bom para Duda Mendonça. Hélio Costa (PMDB), principal investimento do ex-marqueteiro de Lula, é ameaçado por Antonio Anastasia (PSDB) na disputa pelo governo de Minas. Fernando Pimentel (PT) amarga um distante terceiro lugar na corrida pelo Senado. Em São Paulo, Paulo Skaf (PSB) permanece nanico. E, em Tocantins, Siqueira Campos (PSDB) perdeu a liderança para Carlos Gaguim (PSB).

Bancada familiar – Se Rosalba Ciarlini (DEM) e Garibaldi Alves Filho (PMDB) saírem vitoriosos, respectivamente, para governo e Senado no Rio Grande do Norte, como indicam as pesquisas, o peemedebista voltará a Brasília com força dupla: o suplente de Rosalba no Senado é o pai de Garibaldi.

Fazer o quê? – O avanço de Beto Richa (PSDB) nas pesquisas no Paraná produz um efeito curioso: à exceção de Roberto Requião (PMDB), nenhum outro membro da chapa adversária, encabeçada por Osmar Dias (PDT), ataca o tucano com vigor. No Planalto, avalia-se que a situação no Paraná é mais difícil do que em Minas Gerais.

Tiroreio

A máquina pública produz efeito devastador nesta eleição. Querem que a oposição abandone a campanha para virar polícia, fiscalizando o flagrante abuso de poder

Da senadora KÁTIA ABREU (DEM-TO), reclamando das dificuldades enfrentadas por demos e tucanos diante de adversários do campo lulista.

Contraponto

Item de colecionador – Ao descer do elevador na visita à favela Dona Marta, Lula foi abordado por um funcionário da Cedae, companhia de saneamento do Rio, que distribuía água aos presentes. Depois de beber, o presidente autografou o copo e o devolveu ao funcionário, que abriu um sorriso e disparou, levando os presentes às gargalhadas:

– Vou vender para o Eike Batista e ganhar uma nota!


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21