banner
publicidade
publicidade

PAINEL – BASTIDORES DE BRASILIA

Operação planície

Ao afirmar que, uma vez fora do Planalto, pretende continuar a rodar o país e, se tiver uma coisa errada, pegar o telefone e ligar para a minha presidenta, Lula manifestou em público uma intenção sobre a qual já vinha falando com auxiliares em privado.

A declaração, feita no mesmo dia em que Dilma Rousseff (PT) começou a ser emancipada na propaganda de televisão, reflete a ideia de Lula de se tornar uma espécie de articulador político informal em caso de vitória de sua candidata, um elemento aglutinador de partidos da base aliada em torno de questões espinhosas, como a reforma política.

Amigo do homem – Comentário bem-humorado de um dirigente petista diante da cena do programa eleitoral em que Dilma brinca com o labrador Nego, herdado do antecessor na Casa Civil: E depois dizem que o Zé Dirceu não está na campanha….

A troca – A campanha de José Serra planejara exibir o mesmo programa na hora do almoço e à noite. Ontem, depois da estreia, optou por mudar o programa noturno.

Radar eletrônico – O presidente do PSDB, Sérgio Guerra (PE), foi dos primeiros tucanos flagrados no QG de monitoramento organizado pela campanha nacional: candidato a deputado federal, não citou Serra na estreia da propaganda.

Migração – A UGT, única das centrais sindicais que havia declarado apoio a Serra, participou de evento com Dilma ontem em São Paulo.

The best of – O PSDB de São Paulo produziu DVD com trechos de discursos de Serra e Geraldo Alckmin. O material será distribuído aos 85 diretórios zonais e 572 diretórios municipais da sigla.

Sem tela – Candidata a deputada federal, a procuradora Luiza Eluf acusa o PV-SP de excluí-la da propaganda. Isso é inaceitável num partido que quer inovar.

Musical – A propaganda eleitoral de Antonio Anastasia (PSDB-MG) trará depoimentos de artistas como Samuel Rosa, do Skank, e Rogério Flausino, do Jota Quest, além de remanescentes do Clube da Esquina.

Pedra no lago – A campanha do tucano se animou com o crescimento de sua intenção de voto espontânea no Datafolha tanto em Belo Horizonte (14% para 22%) quanto na região metropolitana (12% para 18%). A coordenação argumenta que isso prenuncia movimento semelhante no interior do Estado.

Sai dessa – Tão logo ficou claro que a segunda semana de esforço concentrado rumava para novo fracasso, um aliado tratou de aconselhar o presidente da Câmara e companheiro de chapa de Dilma, Michel Temer (PMDB-SP), a se manter distante da iniciativa. O peemedebista, que pela manhã participou de debate em São Paulo com outros vices, não tinha aparecido na Casa até o fim da tarde.

Tiroteio

Ele só pode estar se referindo àqueles que aprovaram a emenda da reeleição de FHC

Do deputado EDUARDO CUNHA (PMDB-RJ) em resposta a José Serra, que, resgatando antiga frase de Lula, negou ser como aqueles que dizem que o Congresso tem 300 picaretas; estes estariam todos com a outra candidata.

Contraponto

Tudo tem limite – O deputado Mendes Ribeiro, integrante da ala do PMDB gaúcho alinhada com a candidatura de Dilma Rousseff, deixava o gabinete da liderança do partido na Câmara, ontem à tarde, quando avistou, espalhados sobre a mesa da recepcionista, santinhos de candidatos a deputado distrital pelo PT.

Ribeiro se foi comentando com um colega:

– Aí também já é demais… Para presidente, tudo bem votar no PT, mas para deputado não dá, não!


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21