banner
publicidade
publicidade

PAINEL:BASTIDORES DE BRASÍLIA Cozinhando o feijão

PAINEL:BASTIDORES DE BRASÍLIA

Cozinhando o feijão

Dois novos ingredientes estimulam o PSDB a insistir na tentativa de levar à Justiça Eleitoral o caso da quebra de sigilo fiscal de pessoas ligadas a José Serra: a descoberta da filiação ao PT de dois personagens da violação e a suspeita de queima de arquivo na sede do diretório petista em Mauá (SP).

Em uma das representações que protocolará hoje no Ministério Público, a coligação tucana argumentará que já existem indícios de que o vazamento de dados na Receita Federal transcende o limite dos crimes comuns, afeta o equilíbrio na corrida presidencial e merece apuração antes do pleito.

Passado remoto – O PT considera frágil o elo do caso com a campanha. Os acessos feitos na agência de Formiga (MG) aos dados do tucano Eduardo Jorge datam de abril de 2009, momento totalmente desconectado do calendário eleitoral, ponderam dirigentes petistas.

Para o brejo – O presidente do partido, José Eduardo Dutra, que em maio procurou o colega Sérgio Guerra (PSDB) na tentativa de evitar a judicialização da campanha, agora promete resposta a toda interpelação dos adversários. A cada acusação sem prova, iremos à Justiça.

Elevada… – Quem entende do riscado aponta duas funções para o púlpito transparente atrás do qual Dilma dá declarações públicas. A primeira é conferir ar já presidencial à ainda candidata.

…e protegida – A segunda função é mais prática: com os microfones todos apartados dos repórteres e espetados no púlpito, diminui muito o risco de perguntas inconvenientes.

Antes dos bois – Entre os apoiadores de José Serra, não é consensual a aprovação ao slogan hora da virada, adotado na campanha de internet desde a contratação do americano de origem indiana Ravi Singh. Há quem avalie que seria melhor aguardar indício concreto de virada nas pesquisas para então usar o bordão.

Corrida maluca 1 – Com o deslocamento de intenções de voto a pleno vapor na eleição para o Senado em São Paulo, já existe petista preocupado com a hipótese de Marta Suplicy, sem prejuízo de ser eleita, chegar atrás de Netinho de Paula (PC do B).

Corrida maluca 2 – Além da renúncia de Orestes Quércia (PMDB) e dos problemas de saúde que impedem Romeu Tuma (PTB) de fazer campanha, há outro fator de volatilidade: os votos de Ciro Moura (PTC), ainda na casa dos dois dígitos, tendem a debandar na medida em que for desfeita a confusão do público com o xará famoso.

Tiroteio

Quando brinca com a quebra de sigilo, o presidente faz chacota com as pessoas. Demonstra que no PT sempre se admitem crimes, mas nunca criminosos

Do senador ÁLVARO DIAS (PSDB-PR), sobre discurso no qual Lula abordou, em tom irônico, a preocupação do candidato tucano à presidência, José Serra, com a violação do sigilo fiscal de sua filha Verônica na Receita Federal.

Contraponto

Pechincha – Para se diferenciar dos partidos que recrutam cabos eleitorais pagos, o Psol resolveu oferecer a seus militantes uma camiseta com os dizeres Não recebo um real, estou na rua por ideal. Junto a um grupo deles, o deputado Chico Alencar panfletava no Rio quando foi abordado por um funcionário de outro candidato:

– Quanto você está pagando?

– Nada. Aqui todos são voluntários, você não viu o que está escrito na camiseta?

– Eu li, mas achei que era brincadeira com o Garotinho. No governo dele não era tudo por um real?


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21