banner
publicidade
publicidade

Pintor é preso em Vitória acusado de estuprar “babá” de 11 anos da cidade de Caravelas

Tiago Oliveira Pereira, de 30 anos, pintor industrial, foi preso acusado de ter estuprado oito vezes uma menina de 11 anos. A vítima foi trazida de Caravelas, no Sul da Bahia, para trabalhar como babá do filho do suspeito, no bairro Estrelinha, em Vitória. Tiago recebeu voz de prisão quando foi registrar uma ocorrência na delegacia após ter o celular roubado no mês passado.

O titular da Delegacia e Proteção à Criança e ao Adolescente, Lorenzo Pazolini, informou que o acusado e a esposa tinham viajado de férias para Caravelas onde a vítima morava com a mãe e já trabalhava como babá.

O casal conheceu a mãe da menina durante um  passeio na feira livre. Nesse encontro, a mulher do acusado convidou a menina para ser babá do filho do casal que tinha apenas três anos. A mãe da vítima concordou e a menina foi levada para Vitória pelo casal..

A polícia do Espírito Santo informou a Gazeta Online que em 2016 a menina trabalhou na casa da família por sete meses. Foi nesse período que os estupros aconteceram.

O delegado falou que o acusado aproveitava quando a esposa estava trabalhando, na parte da tarde, para abusar da menina. Além dos estupros, Tiago agredia a vítima com socos, puxões de cabelo e até com uma panela de pressão.

Os abusos só foram descobertos porque a  menina contou a uma vizinha os abusos que vinha sofrendo. A vizinha procurou a polícia e denunciou o crime . Na ocasião, um inquérito foi aberto e os estupros foram comprovados com exames e laudo psicossociais.

Um mandado de prisão preventiva foi expedido contra Tiago. No entanto, o acusado e a família se mudaram e ele passou a ser considerado foragido da polícia desde janeiro de 2017.

No dia 21 de dezembro de 2017, Tiago teve um aparelho de celular roubado e procurou a delegacia de Santo Antônio, em Vitória, para registrar o roubo. No momento de fazer o registro, os policiais identificaram que ele tinha um mandado de prisão em aberto.  O acusado recebeu voz  de prisão e ele foi  preso no local.

O delegado Pazolini informou que a criança já foi devolvida à família em Caravelas.  Como a mãe da garota permitiu que a filha fosse trabalhar com o casal em Vitória,  a polícia da Bahia continuará investigando o caso.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21