banner
publicidade
publicidade

PM QUE MATOU CÃO ESTÁ ABALADO, DIZ POLÍCIA

PM que matou cão está abalado, diz polícia

PM que matou cão está abalado, diz polícia

Escrito por: Radar58Data: Categoria: PolíciaSlide PrincipalSeja o primeiro a comentar

 Print Email

“Ele está abalado. Está com problemas por causa da pressão após tudo o que aconteceu”, disse, nesta terça-feira (16), o comandante Valci Góis Serpa sobre o tenente Wilson Pedro dos Santos Júnior, que matou a tiros um cão buldogue francês na cidade de Teixeira de Freitas, extremo-sul da Bahia. Uma câmera de segurança flagrou o momento do crime, que ocorreu no sábado (13), no condomínio residencial em que mora.

Com medo de sofrer retaliações, a dona do cachorro morto, a advogada tributarista Bruna Holtz, e o marido dela, o fisioterapeuta Bruno Medeiros, abandonaram a casa onde moravam, no mesmo condomínio, e passaram a contar com ajuda de amigos. O casal já organiza a mudança de Teixeira de Freitas. O tenente de 40 anos, que trabalha há dois no Colégio da Polícia Militar (CPM) do município, foi afastado das funções.

“Amanhã vou na residência dele para dar apoio e encaminhá-lo para o atendimento psicológico da Polícia Militar, em Salvador, no Departamento de Promoção Social. Ele não está bem. Disse que estava sendo incomodado pela vizinha, que toda hora ia na porta de sua casa com os cachorros. Ele também falou que tem dois filhos pequenos e pediu para ela parar, mas mesmo assim, segundo ele, a dona do cão pirraçava. Devido a isso, ele acabou perdendo a cabeça e fez o que fez”, afirmou ao G1 o comandante Serpa, atual diretor do CPM e colega de trabalho do tenente. Segundo o comandante, o suspeito não quer falar com a imprensa.

Serpa assumiu a função de diretor do colégio em março desse ano e disse que, durante o tempo em que está no cargo, não teve conhecimento de nenhum problema envolvendo o tenente suspeito. Conforme o comandante, o militar é casado e pai de dois filhos – um de dois e outro de um ano.

“Não teve nenhum problema aqui no colégio com ele, mas agora, por conta do que ocorreu, ele está afastado. A PM de Teixeira de Freitas já colheu as provas para alimentar o processo, abrimos a sindicância e apuramos para identificar autoria e materialidade do fato, que fica clara através das filmagens. O tenente agora vai responder o processo junto à corregedoria da corporação em Salvador”, destacou. [Texto extraído do G1 Bahia]


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21