banner
publicidade
publicidade

Polícia apresenta quadrilha suspeita

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP) apresentou, na tarde desta segunda-feira (22), dez suspeitos de fazerem parte da quadrilha responsável pelo assalto à casa do artista plástico e ambientalista polonês Frans Kracjberg, de 90 anos, em Nova Viçosa, no extremo sul da Bahia, em julho de 2011.

De acordo com o delegado Marcus Vinícius, titular da 8ª Coordenadoria de Polícia no Interior (Coorpin), em Teixeira de Freitas, três dos suspeitos são ex-funcionários do artista plástico. “O mentor intelectual é um dos ex-funcionários. Um deles planejou a ação e outros dois [entre eles uma mulher] buscava informações com atuais funcionários”, informou o delegado.

Segundo o titular da 8ª Coorpin, dos dez suspeitos apresentados, dois foram flagranteados entre os dias 14 e 15 de julho, logo após o assalto. Oito suspeitos foram presos na “Operação Atena”, realizada na quinta-feira (18) pela Polícia Civil. No total, três mulheres fazem parte do grupo. Marcus Vinicius informou que todos os detidos vão ser encaminhados ao Presídio de Salvador e para o Conjunto Penal Feminino, no bairro da Mata Escura. Segundo o delagado, imagens registradas pelas câmeras de segurança de Frans Kracjberg ajudaram os policiais na identificação dos suspeitos, mesmo todos estando encapuzados durante a ação.

Segundo o titular, dois furtos qualificados de obras do artista plástico ainda estão sendo investigados. A ação, de acordo com o titular, também foi feita em 2011. Durante as investigações, informou o delegado, duas obras de Kracjberg foram devolvidas via Correios. “Ele recebeu as obras postadas via Correios. Remetente e endereço eram anônimos, mas a postagem foi feita em Sergipe. Outras quatro obras ainda não foram localizadas”, informou Marcus Vinícius.

Assalto

Segundo a polícia, a ação criminosa contou com quatro homens e ocorreu na tarde do dia 14 de julho na casa do artista. A polícia relatou que os assaltantes chegaram a apontar a arma contra o rosto de Frans Kracjberg.

No dia do crime, equipes da Polícia Militar de Nova Viçosa, Mucuri, Itabatã e Posto da Mata montaram pontos de abordagem na rota de fuga dos suspeitos e conseguiram encontrar um deles, de 24 anos. Ele estava em um Honda Civic, com placa de Governador Valadares, em Minas Gerais. A polícia informa que os outros três também estavam no carro, mas conseguiram fugir através de uma mata fechada.

Assalto a Kracjberg  (Foto: Divulgação/ Polícia)Objetos foram recuperados com suspeitos presos
no início das investigações
(Foto: Divulgação/ Polícia)

No mesmo dia, por volta das 16h, a 13° Batalhão prendeu mais dois suspeitos, em Itabatã. No carro, a polícia informa que foram encontrados dois revólveres calibre 38, municiados com seis cartuchos cada, uma pistola calibre 6,35, com nove cartuchos, uma faca de caça, uma touca e três pares de luvas pretas.

A partir da abordagem, a polícia recuperou uma televisão LCD 40, um aparelho DVD portátil, um receptor de antena parabólica, um aparelho de telefonia móvel, uma mala de viagem e uma máquina fotográfica. Também foi levada uma quantia em dinheiro.

Segurança do acervo

Frans Kracjberg assinou um acordo com o governo da Bahia, através da Secretaria de Segurança do estado (Secult), no dia 21 de março deste ano, para garantir a segurança do museu e do sítio em que mora, em Nova Viçosa. De acordo com a Secult, a empresa BRK Segurança Integrada foi contratada para prestar o serviço, que enviou três segurança, sendo um com moto, para proteger o patrimônio e a vida do artista.

Segundo o capitão Anilton de Almeida, da 5ª CIA do 13º Batalhão da Polícia Militar, dois vigilantes, que geralmente ficam nas proximidades da casa, perceberam a ação dos criminosos e conseguiram chamar a guarnição da Polícia Militar que fica de plantão no museu. O museu está a aproximadamente 600 metros da casa.(g1 Bahia).

 

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21