banner
publicidade
publicidade

Policia civil elucida crime de Taxista de Posto da Mata. Mandante e assassinos estão presos

A Polícia Civil de Nova Viçosa, comandada pela delegada Waldizia Fernandes, tendo como coordenadora da 8ª Coorpin Valéria Chaves, elucidou em pouco tempo o assassinato do taxista André Ricardo Costa Borges de 48 anos, assassinado na madrugada de 19 de setembro em uma estrada Vicinal em meio a uma plantação e eucaliptos na comunidade de bela Vista, distrito de Nova Viçosa.

O corpo do taxista foi encontrado por transeuntes  ao lado do carro queimado. André foi morto com um tiro de espingarda calibre 12. Na época, moradores contaram à polícia que ouviu tiros por volta de 04 horas da manhã mais imaginou que fosse caçadores.

Delegada Waldízia Fernandes e Valéria Chaves (coordenadora)

Nesta quarta feira, 04 de outubro, a delegada Waldízia Fernandes em companhia da coordenadora Valéria Chaves, falou à imprensa como a polícia chegou até os assassinos e o mandante do crime.

Segundo a coordenadora, os trabalhos de investigação começaram logo na manhã do dia 20, mesmo dia em que o crime foi descoberto, e contou com apoio do Núcleo de Homicídios e Tráfico (NHT) da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas. Drª Valeria também falou da redução do numero de homicídios na região e em Teixeira de Freitas. Na região a queda foi de 23 homicídios e em Teixeira de Freitas, o numero foi ainda maior se comparado ao ano passado, 31 homicídios a menos no período de 1º de janeiro a 30 de setembro deste ano, disse a coordenadora.

Waldízia Fernandes

A delegada Waldízia Fernandes, falou do trabalho desenvolvido por sua equipe para a elucidação do crime que chocou a região pela brutalidade do crime. A delegada explicou  que logo na manhã do crime, uma equipe de investigadores começaram os trabalhos de campo e logo chegou até Manoel Messias Rodrigues da Silva, acusado de ter atirado com uma espingarda calibre 12 em André.

Messias foi preso e confessou aos policiais os nomes do outros envolvidos, Jeferson dos Santos Figueira, comparsa no crime e Almerindo Rodrigues Ribeiro, popularmente conhecido como “Mero”, mandante do crime. Messias atirou no rosto de André e colocou fogo no carro, segundo a polícia.

Motivação;

Almerindo- mandante

Segundo doutora Waldízia, André era loteiro, dono e um ponto de taxi no trevo de Posta da Mata, área que pertence a sua família, Mero era taxista e vivia em rixa com André pelo ponto, foi ai que Almerindo contratou Messias por R$ 2.000 mil reais para resolver a situação. Messias contratou Jeferson por R$ 800 reais para ajuda-lo a matar André, Jeferson desferiu as facadas que ajudaram a matar o taxista.

Os três estão presos na carceragem da 8ª Coorpim e segundo a delegada eles serão autuados pelo crime de homicídio qualificado.

*bahiaextremosul


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21