banner
publicidade
publicidade

Cartórios entram em campanha para coletar assinaturas do partido de Bolsonaro

Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil
Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil

 

Cem mil fichas de apoio em pouco mais de um mês de trabalho. O número divulgado em dezembro pelo Aliança pelo Brasil sobre o total de assinaturas coletadas para criar a sigla da família Bolsonaro é mais de um quinto das 492 mil necessárias para criar uma legenda.

Segundo a coluna de Guilherme Amado, na revista Época, existem 80 aspirantes a partido na fila do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O Aliança fez uma parceria com uma entidade privada, o Colégio Notarial do Brasil (CNB), que representa 9 mil notários em 24 estados do país, cerca de 90% da classe, para que eles trabalhem pela criação do partido. Não há nenhum documento formal que estabeleça as diretrizes da coisa, e o CNB tem colocado sua estrutura para trabalhar pelo capitão.

Ainda de acordo com a publicação, em troca, os cartórios ganham mais do que só uma graninha — a taxa cartorial de reconhecimento de firma é uma mixaria, geralmente menos de R$ 20. Conquistam a proximidade com o partido do presidente e, claro, com o Planalto.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21