banner
publicidade
publicidade

Prefeito e primeira-dama foram assassinados por motivação política

O massacre da manhã do último sábado (24) em Jussiape, município localizado a 536 km de Salvador, e que acabou por vitimar três pessoas além do próprio atirador, teve motivação política. A afirmação foi feita pelo delegado-geral da Polícia Civil Hélio Jorge. “Trabalhamos com duas linhas de investigação, mas é praticamente certo que os homicídios tiveram um componente político”, afirmou.

O governador Jaques Wagner esteve na manhã deste domingo (25) no município de Jussiape, na Chapada Diamantina, para acompanhar os velórios do prefeito Procópio Alencar (PDT), 75 anos, e da primeira-dama Jandira Alencar, 71.

Os dois foram mortos por um atirador, na manhã de sábado (24). O sepultamento deve ocorrer na tarde de hoje. Claudionor Galvão de Oliveira, 43, ainda matou o gerente da Embasa, Oderlange Pereira Novaes, 46, e baleou outros dois policiais. O atirador foi morto após o atentado.

Wagner chegou em uma aeronave na manhã de hoje. O secretário de Segurança Pública (SSP-BA) Maurício Barbosa, e o delegado-geral da Polícia Civil Hélio Jorge, chegaram na tarde de sábado no aeroporto Sócrates Bittencourt, em Brumado, onde viaturas da Polícia Militar (PM) já aguardavam a comitiva para deslocá-la para a cidade de Jussiape.

Os corpos foram sepultados por volta das 17h deste domingo (25), no cemitério da cidade, localizada na região sudoeste da Bahia. Bastante emocionados,  moradores, familiares e amigos lotaram a cerimônia de despedida das vítimas.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21