banner
publicidade
publicidade

Prefeitura e APLB acertam correção de 11,5% nos salários da categoria

Prefeitura e APLB acertam correção de 11,5% nos salários da categoria


A Prefeitura de Teixeira de Freitas e a APLB Sindicato de Teixeira de Freitas, representante dos professores, acordaram incremento de 11,5% nos salários. Este montante refere-se ao reajuste do piso nacional mais 3,18% de correção das perdas salariais.

 

Neste mês as Prefeituras e Governos devem reajustar os salários dos professores em 8.32% valor de reajuste do Fundeb, o que irá aumentar o piso dos atuais R$ 1.567 para R$ 1.697,37 para professores com jornada de 40 horas semanais e nível médio. O reajuste neste ano foi maior que no ano passado, quando o aumento foi de 7,97%. O MEC ressaltou que a correção supera a inflação do período.

 

Prefeitura e APLB locais já estavam em diálogo em busca desta correção, agora, com “a perspectiva do aumento no valor de repasse do Fundeb, nós vislumbramos a possibilidade de ofertar uma quantia um pouco maior para os professores”, contou o secretário municipal de Administração  Marcílio Goulart, mencionando que a intenção da Prefeitura é corrigir os valores totais e que isso será feito gradativamente, pois “não temos como acertar a totalidade de imediato”, explicou ele ao dizer que há um consenso entre os representantes das pastas de Administração, Educação e Procuradoria.

 

A oferta de 11,5% foi feita diretamente para a presidente da APLB Brasília Marques. Foi ela quem levou a proposta da Prefeitura para Assembleia, onde o percentual foi aprovado pela categoria. O próximo passo será a aprovação do Projeto de Lei pela Câmara Municipal. Na última segunda-feira (17), Marcílio Goulart participou da reunião interna dos vereadores para antecipar a pauta e pedir apoio para a aprovação.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21