banner
publicidade
publicidade

Projeto que usa música erudita na reinserção de presos, em Teixeira de Freitas, pode se expandido na Bahia

Projeto que usa música erudita na reinserção de presos, em Teixeira de Freitas, pode se expandido na Bahia

Por acreditar na música como instrumento de reinserção social, a deputada estadual Maria del Carmen intermediou, nesta sexta-feira (19), reunião entre o secretário estadual da Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte; o vereador Gilberto Lemes (PT); Adriano Cenci, coordenador da Rede de Projetos Orquestrais da Bahia e assessor de Desenvolvimento Institucional do NEOJIBA; o coordenador de Projetos Socioculturais do Instituto de Cultura, Educação e Desenvolvimento (ICED), maestro Orley Silva; e a presidente do ICED, Gislaine Carvalho, para tratar do tema.

Na oportunidade, o maestro apresentou o trabalho – pioneiro no Brasil no âmbito na reinserção de detentos – que vem sendo desenvolvido pelo ICED através do projeto Orquestrando Ressocializações (Ores), no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, desde outubro do ano passado. A ideia, segundo Orley Silva, é oferecer formação musical aos detentos e os instruir a serem agentes multiplicadores.

Sensibilizado com a ação, o secretário Nestor Duarte se comprometeu a buscar apoio institucional para fortalecer este projeto piloto e o expandir na região de Teixeira de Freitas. “Vou dialogar sobre este assunto com o governador Rui Costa e com outros secretários estaduais por acreditar no potencial deste trabalho”, sinalizou o gestor ao afirmar que o Ores pode passar a fazer parte das ações institucionais da SEAP – conforme indicou a deputada estadual Maria del Carmen através de ofício endereçado ao governador – e expandido por toda a Bahia.

“Temos um governo que é parceiro, o poder legislativo que está junto e, independentemente da distância, Teixeira de Freitas, localizada no Extremo Sul do Estado, está sendo olhada com atenção. Isso nos dá a entender que este projeto vai ter muito êxito, fazer a diferença e, com certeza, servir de exemplo para a Bahia e o Brasil”, comentou o maestro Orley.

Atualmente, os instrumentos que vêm sendo usado pelos detentos são do ICED, que também atende a mais de 350 crianças e adolescentes através do projeto Orquestrando Futuros. Os dois primeiros instrumentos próprios do Orquestrando Ressocializações foram dois violinos doados pela deputada Maria del Carmen e o secretário estadual do Turismo, Nelson Pelegino, que é deputado federal licenciado e já esteve a frente da Secretaria Estadual da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos.

“A música nos eleva a outro patamar, sensibiliza, nos faz pensar em outras possibilidades, permite que possamos tocar no coração de muitos dos que estão apenados, oferecendo-lhes oportunidade de liberdade. Abraço esse projeto pela transformação que ele pode fazer na vida das pessoas. A perspectiva de ter uma alternativa de reinserção diferenciada faz com que pessoas apenadas recobrem a esperança e essa perspectiva de oferecer oportunidade enche os olhos da gente”.

Na próxima terça-feira (23), o tema voltará a ser pauta de reunião na SEAP. Desta vez, um grupo de trabalho será criado para troca de informações, conhecimento e desenvolvimento do plano a ser apresentado ao governador Rui Costa. O secretário Nestor Duarte ainda se comprometeu a ir a Teixeira de Freitas, no próximo mês de março, juntamente com a deputada Maria del Carmen e o secretário Nelson Pelegrino, conhecer de perto o projeto Orquestrando Ressocializações, disponível aos 75 detentos do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, espaço dirigido pelo tenente coronel Osíris Cardoso.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21