banner
publicidade
publicidade

PT DEVE EXPULSAR DELCÍDIO AINDA NESTA SEMANA

Em nota oficial, o Partido dos Trabalhadores (PT) anunciou para a próxima sexta-feira (4/12) o julgamento que deve levar à expulsão da sigla do senador Delcídio do Amaral (MS). O parlamentar, acusado pela sigla de ter traído o governo Dilma devido ao seu envolvimento com corrupção no “petrolão”, foi preso sob a acusação de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.
“Trata-se de um julgamento político, pautado pelo nosso Estatuto e Código de Ética, visto que, do ponto de vista penal, incumbe ao Ministério Público e ao Supremo Tribunal Federal (STF) dar seguimento ao inquérito e posterior denúncia, assegurados ao senador o devido processo legal e a ampla defesa”, diz o partido em nota assinada por seu presidente nacional, Rui Falcão.
O PT ressaltou o que chama de investigações seletivas por parte das autoridades em relação ao “petrolão”, com “nítidas manobras para criminalizar a sigla como instituição”, além de afirmar que o “Judiciário não trata com o mesmo rigor filiados de partidos de centro e da direita, haja vista a morosidade e parcialidade nos casos do mensalão do PSDB e do trensalão em São Paulo”. No entanto, o partido diz que, independente disso, o senador não pode ser eximido do delito que praticou.
“É inquestionável que o senador Delcídio traiu a confiança do PT, do governo Dilma, de quem era líder do Senado, e frustrou o seu próprio eleitorado”, resume o presidente. Durante a prisão de Amaral, o partido votou em peso no Senado pelo fim de sua prisão. Mas ficou isolado na questão: dos poucos que votaram por sua soltura, 13 no total, 70% pertenciam ao PT.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21