banner
publicidade
publicidade

Que tal morar no cemitério?

Que tal morar no cemitério?

 

Hoje  o medo já não é tanto, mas tem muita gente por aí que com pavor de cemitério. Em tempos idos, os aluguéis mais baratos e imóveis mais em conta eram aqueles próximos aos chamados campos santos. Mas os tempos mudaram e já não se vê muitos com este tipo de fobia.

A coisa mudou tanto que tem até gente morando em cemitérios por este Brasil afora. Muitos são expulsos pelos vigias. E retornam. E agora um fato interessante nos chega através do site do jornal France Soir. A história de um homem que acredita ser o cemitério o melhor lugar para se morar, principalmente pela qualidade e tranquilidade da vizinhança.

Não é o Conde Drácula, a Múmia, nem o Zé do Caixão e muito menos zumbi de filmes de terror. É apenas o cidadão Bratislav Stojanovic, 43 anos, que por não ter onde morar e temendo morar nas ruas e tornar-se vítima de vândalos, decidiu morar no cemitério de Nis, cidade da Sérvia. Ele, que é ex-trabalhador da construção civil, ao ficar sem lar viveu em várias casas abandonadas, de onde sempre era expulso mais cedo ou mais tarde. Em vista disso decidiu ocupar uma sepultura no cemitério local, onde vive há mais de 15 anos sem ser incomodado por ninguém. Durante a noite, para iluminar o local, Bratislav usa velas, dando ao cemitério um ar ainda mais tétrico. No silêncio da noite, ao lado dos mortos, o único ser vivente do cemitério dorme o sono dos justos, com a certeza de que ali ninguém vai lhe fazer mal.

Segundo ele a vizinhança nunca o incomodou. Pode?

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21