banner
publicidade
publicidade

Quem decide sobre coligar com MDB é José Ronaldo, diz ACM Neto

Foto: Jornal Grande Bahia
Foto: Jornal Grande Bahia

 

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), afirmou que caberá a José Ronaldo, pré-candidato do Democratas ao governo do Estado, definir sobre uma eventual coligação com o MDB.

“Eu já falei que sobre esse assunto quem pode falar é Zé Ronaldo. Ele é o candidato a governador e caberá a ele conduzir as conversas com todos os partidos incluindo o MDB. Não tenho posições e nem vetos. No momento em que decidi não ser candidato, aquele que assume a posição é quem dará a palavra final a respeito de alianças e quem pode falar sobre isso é ele”, declarou o prefeito, que assina nesta sexta-feira (18) a ordem de serviço para início das obras na Praça Wilson Lins, na Pituba.

Durante as conversas para a definição da candidatura de oposição ao governo, houve um movimento para tentar afastar o deputado Lúcio Vieira Lima do MDB, com o intuito de minimizar os efeitos eleitorais das malas de dinheiro encontradas em um apartamento atribuídas ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB), irmão do parlamentar.

O movimento não teve êxito, Neto decidiu não concorrer ao Palácio de Ondina e o MDB lançou a pré-candidatura de João Santana.

Aliança com PSDB – Ao comentar as conversas com o deputado federal João Gualberto, pré-candidato do PSDB ao governo, Neto disse acreditar em um entendimento até a próxima semana.

Nesta sexta, o tucano já deu o primeiro passo para apoiar José Ronaldo, ao anunciar que está comprometido com o lançamento de uma candidatura única.

“Essas conversas estão acontecendo com a minha participação também. Nesta semana tive duas conversas com o deputado João Gualberto, na semana passada tive mais duas. É possível que voltemos a nos encontrar e a minha esperança é que até a semana que vem a gente possa anunciar um entendimento entre o PSDB e o Democratas de maneira a juntar e somar as forças em torno de uma única candidatura”, declarou o prefeito.

Neto ainda negou que uma eventual composição de uma chapa DEM-PSDB na Bahia tenha a ver com negociações no plano nacional.

“A posição nacional do Democratas e do PSDB não tem nada a ver com a Bahia. Mas é óbvio que, se houver uma aliança do PSDB com o Democratas aqui, qualquer que seja o formato dela e se os dois partidos tiverem candidatos distintos para a Presidência, é natural que o palanque na Bahia possa ser um palanque de ambos”, acrescentou.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21