banner
publicidade
publicidade

REUNIÃO DE GOVERNADORES DO NORDESTE DEVE MOSTRAR A DIVISÃO POLÍTICA DA REGIÃO

A reunião dos  governadores do Nordeste, que vai acontecer nesta quinta-feira em Maceió, deve mostrar a divisão política da região, com alguns governadores defendendo o governo Temer e o estabelecimento de uma pauta de reivindicações e outros em nítida posição de oposição, ainda na defesa do governo Dilma.

Os governadores da Bahia, Rui Costa, e do Piauí,  Wellington Dias, ambos do PT, bem como Flávio Dino do Maranhão devem caracterizar a oposição ao governo Temer e, embora dispostos a estabelecer um diálogo com a nova equipe do governo federal, adotarão a postura de apoio político à ainda Presidente Dilma.

Já outros, como governador de Alagoas, Renan Filho,  e o governado de Pernambuco, Paulo Câmara, do PSB,  apoiam o governo interino.  Renan Filho defende inclusive um encontro entre os governadores do Nordeste com o presidente em exercício.

Renan, que vai presidir a reunião, acha que os governadores precisam fazer um reposicionamento com a chegada do presidente em exercício , Michel Temer, e sugere que o encontro tenha como objetivo discutir uma saída para os problemas dos estados da região Nordeste, sobretudo, a renegociação das dívidas com a União e a continuidade das obras do PAC e do programa Minha Casa, Minha Vida.

Num quadro como esse dificilmente haverá espaço para a proposta do governador Rui Costa que pretende defender na reunião um posicionamento dos governadores a favor das eleições diretas,

O governador de Pernambuco Paulo Câmara, do PSB,  também defende a discussão com o presidente Temer  e quer discutir o enfretamento da atual crise econômica e questões que afetam diretamente os estados.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21