banner
publicidade
publicidade

RUI COSTA DEFINE PRAZO PARA ASSEMBLEIA DEVOLVER 60 PMS À SECRETARIA

O  governador Rui Costa deu até o fim deste mês para que o presidente da Assembleia, Marcelo Nilo (PDT), devolva de uma vez para a Secretaria da Segurança Pública cerca de 60 PMs lotados na Casa. A maior parte deles presta serviços particulares para deputados, quando poderia reforçar o combate à criminalidade nas ruas, informa o colunista Jairo Costa Jr..

Recentemente, Rui discutiu o assunto com Nilo, que se queixou da falta de verbas para colocar vigilantes privados na Assembleia. Saiu do gabinete do petista com a garantia de suplementação orçamentária para contratar uma empresa de vigilância. O que sai mais em conta para o erário do que manter os policiais, que custam R$ 3 milhões apenas com as gratificações privilegiadas concedidas à tropa pessoal dos parlamentares. Fora salários, adicionais, diárias de viagem e despesas com encargos sociais, despesas que quadriplicam o montante gasto. De acordo com um aliado, Nilo já considera praticamente irreversível a dispensa dos PMs. Só restarão os sete que fazem sua proteção pessoal.

A devolução dos PMs para o policiamento, contudo, deve render arestas políticas na relação entre governo e base aliada. Há cerca de dez dias, após sucessivas reuniões com Marcelo Nilo, o comando da Assistência Militar da Assembleia ordenou a devolução de cinco soldados da PM, mas teve que recuar após a forte reação do deputado Carlos Ubaldino (PSD). (Correio)


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21