banner
publicidade
publicidade

Rui destaca uso da tecnologia para reforçar a segurança no Carnaval

Rui destaca uso da tecnologia para reforçar a segurança no Carnaval

 

Todos os acessos aos circuitos da folia monitorados em tempo real por profissionais do Centro de Operações e Inteligência – 2 de Julho. Esta é a novidade da Secretaria da Segurança Pública (SSP) para o Carnaval 2017. Sucesso na edição passada, os 46 portais de abordagem foram aperfeiçoados e este ano, além de controlarem a entrada de objetos nos circuitos Dodô, Osmar e Batatinha com a ajuda de detectores de metais, também vão apresentar câmeras acopladas, que permitirão o acompanhamento das entradas e saídas dos circuitos.

 

Outro destaque este ano é a estreia do simulador de ocorrências, software que traça o diagnóstico do que deve ser feito de imediato pela segurança pública nos casos de ocorrências em locais com multidões. Na prática, o software permite a avaliação rápida sobre os aparatos necessários para sanar algum tipo de incidente na folia, através de simulações. No total, mais de 25 mil profissionais entre policiais civis, militares, técnicos e bombeiros militares vão atuar no Carnaval em Salvador e em mais 31 municípios do estado.

 

Os detalhes da megaoperação da SSP na maior festa de rua do planeta foram apresentados na manhã desta terça-feira (21), em uma coletiva de imprensa, em Salvador. O evento contou com a presença do governador Rui Costa, que destacou a importância do emprego da tecnologia para garantir a segurança dos foliões.

 

O esquema oficial da segurança começa na quarta-feira (22), com a entrega das chaves da cidade ao Rei Momo e segue até a Quarta-feira de Cinzas (1º). A polícia baiana também estará presente nos carnavais de bairro da capital, que acontecem em Cajazeiras, Periperi, Itapuã, Liberdade, Boca do Rio, Pau da Lima, Nordeste de Amaralina e Pituba.

 

O Carnaval deste ano será marcado ainda pela estreia do Centro de Operações e Inteligência na festa. No local, mais de 500 pessoas trabalharão em esquema de plantão, fazendo o acompanhamento dos principais acontecimentos no estado. Apenas nos circuitos da festa na capital, 250 câmeras vão enviar imagens em tempo real, munindo os profissionais da segurança de informações que podem ajudar a elucidar os casos ocorridos na festa.

 

A segurança do Carnaval 2017 também terá o monitoramento das imagens das câmeras dos camarotes, bem como das estações do metrô, permitindo o acompanhamento dos foliões no retorno para casa. Para isso, profissionais de 44 instituições da segurança pública e defesa civil estarão reunidos no Centro Integrado de Comando e Controle Regional, dedicados exclusivamente às ações do Carnaval da Bahia. A integração das equipes permitirá uma resposta mais rápida à sociedade.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21