banner
publicidade
publicidade

SE DILMA SAÍSSE, SERIA SUBSTITUÍDA POR OUTRO MEDÍOCRE, DIZ FINANCIAL TIMES

SE DILMA SAÍSSE, SERIA SUBSTITUÍDA POR OUTRO MEDÍOCRE, DIZ FINANCIAL TIMES


O jornal britânico “Financial Times”, considerado por muitos o melhor e mais influente diário econômico do mundo, disse em editorial que ainda não há motivos para o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Segundo o periódico, mesmo que houvesse motivos, dificilmente o Congresso votaria pelo impeachment, por falta de apoio à medida: são necessários os votos de dois terços da Câmara que o processo seja aberto, e também de dois terços do Senado para uma eventual condenação.

O “FT” afirma ainda que, mesmo que Dilma seja removida de seu cargo, a situação econômica do país não iria melhorar, porque “probabilidade seria de que outro político medíocre viesse a substituí-la”. “Será que faria diferença se o impeachment acontecesse?”, questiona.

O jornal diz que não há maneira óbvia de quebrar o impasse político e afirma que o Brasil está longe de viver uma desordem como a que existe na Argentina ou Venezuela, “mesmo que sua queda em desgraça tenha sido notável”. As informações são da Folha.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21