banner
publicidade
publicidade

Secretaria da Segurança Pública amplia efetivos na Festa de Iemanjá

Secretaria da Segurança Pública amplia efetivos na Festa de Iemanjá

 

Quem tem fé, confia sua proteção a Iemanjá. Mas, no dia da festa da Rainha do Mar, 2 de fevereiro, a segurança de fato é feita, no bairro Rio Vermelho, em Salvador, pelas equipes da Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP) – Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) e polícias Civil e Militar. Este ano, baianos e turistas vão contar, nesta quinta-feira, com uma cobertura maior do que nos outros anos. Serão 900 profissionais da Segurança, entre civis, militares e bombeiros. O esquema entra em ação um dia antes, nesta quarta (1º), já durante a montagem da festa.

A comandante da 12ª Companhia Independente da Polícia Militar, major Maria Cleide Milanese, responsável pelo policiamento no Rio Vermelho, diz que o efetivo aumentou este ano. “Estamos com três postos de comando, um no Largo da Mariquita, outro próximo à Casa de Iemanjá e também na Curva da Paciência. Temos ainda posto de abordagem na Fonte do Boi e, na Rua do Canal, bases móveis”. Segundo ela, turistas vão poder curtir de forma tranquila. “Nós estamos com o nosso Batalhão Turístico, com diversas patrulhas, que vão dar apoio aos turistas internacionais”.

Milanese considera a Polícia Militar da Bahia uma referência para policiamento de grandes eventos. “Nós temos grandes festas no estado, a começar pelo Carnaval, a Festa do Bonfim, 2 de Julho, mas a Festa de Iemanjá, eu considero uma das maiores. Mesmo assim, a PM pede que quem for curtir a festa tome cuidados básicos, evite trazer os melhores celulares. Além de quem vem curtir a festa em paz, tem também as pessoas mal intencionadas e que vão se aproveitar das aglomerações para roubar”.

Segundo o diretor-adjunto de Apoio Logístico do Corpo de Bombeiros, major George Demétrius, a colocação dos postos elevados do Corpo de Bombeiros atende às demandas operacionais técnicas e táticas, cobrindo o maior perímetro possível com atendimento rápido. “O mais importante é as pessoas virem na paz, para professar sua fé e para se divertir. Nós estamos aqui para atender pessoas que tenham problemas com machucados, bebidas ou que se afoguem. Nós temos equipes ligadas ao atendimento pré-hospitalar, como de salvamento”.

De acordo com o delegado da 7ª Delegacia no Rio Vermelho, Antônio Fernando Soares do Carmo, o trabalho da Polícia Civil é investigativo e de contenção. “A maioria dos casos é encaminhado para nós pela PM, de pessoas que estão brigando, promovendo desordem, cometendo furtos. Nós estamos com a delegacia e o posto no Largo de Santana, e vamos contar com um veículo presídio”.

Estrutura

No Dia de Iemanjá, antes do nascer do sol, quando muitos simpatizantes aproveitam para fazer a entrega dos presentes, o policiamento é reforçado, seguindo assim até a sexta-feira (3). Divididos em três postos de abordagem, sete bases móveis, três postos de comando e oito postos elevados, cerca de 700 policiais militares vão realizar o policiamento, na festa e no entorno, em patrulhas, nas principais vias de acesso.

Liderados pelo Comando de Policiamento Regional Atlântico, participam da festa unidades das operações Gêmeos e Apolo, os batalhões de Polícia de Choque e Especializado em Polícia Turística, e dos esquadrões de Motociclistas Águia e de Polícia Montada, além do reforço da 12ª Companhia Independente da Polícia Militar, responsável pelo policiamento ostensivo no bairro.

Já a Polícia Civil terá o efetivo reforçado na 7ª Delegacia Territorial e também disponibilizará uma Delegacia Especial de Área, instalada no Largo de Santana, totalizando 41 policiais civis de plantão. Entre delegados, escrivães e investigadores. As ações do Corpo de Bombeiros também serão intensificadas com quase 200 profissionais.

Bombeiros ampliam efetivo

Ao todo, 196 bombeiros militares vão atuar para garantir a tranquilidade do público – um aumento de 70% em relação a 2016, quando foram empregados 115 profissionais. Além de oito postos elevados de observação espalhados pelo bairro, dois postos fixos de comando estão sendo instalados no Largo da Mariquita, em frente ao Mercado do Peixe, e na Rua da Paciência.

Nos postos fixos são definidas e avaliadas as ações de segurança, incluindo a estrutura necessária para o contato com outros órgãos, e servem ainda como espaços de descanso para a tropa. Já nos postos elevados ficam os bombeiros que prestam socorro e auxílio à população. Nos anos anteriores, uma estrutura fixa ficava instalada nas proximidades da Escola Medalha Milagrosa, mas estudos apontaram que era mais adequado mudar para a Rua da Paciência por conta das intervenções realizadas no Rio Vermelho.

Sobre a ampliação do efetivo, a medida busca atender à demanda de crescimento da festa. Haverá tropa motorizada, por conta da necessidade de ter mais esta cobertura, será empregado um efetivo maior e também ampliado o número de postos elevados de observação, em decorrência da tendência de aumento de público. A exemplo do que aconteceu na Lavagem do Bonfim, a cobertura será maior.

A festa é realizada desde 1923. Adeptos religiosos da umbanda, candomblé ou os simpatizantes vestem-se de azul e branco e têm o costume de ir à praia, onde depositam oferendas para a Rainha do Mar, geralmente flores, espelhos, joias e perfumes. Na atualidade, o Dia de Iemanjá continua a ser festejado, principalmente na Bahia, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21