banner
publicidade
publicidade

Situação de Janot deve ajudar Temer na segunda denúncia

Foto: Marcos Corrêa/ PR
Foto: Marcos Corrêa/ PR

Procurador-geral da República será alvo de críticas no julgamento desta quarta-feira (13), no Supremo Tribunal Federal

A situação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que tem tido a atuação questionada, deve ajudar o presidente Michel Temer (PMDB) a se livrar da segunda denúncia, segundo a Coluna do Estadão.

De acordo com a publicação, Janot irá usar o relatório da Polícia Federal que investigou o PMDB na Câmara na segunda denúncia. As investigações apontam que Temer integrou organização criminosa voltada para obter propina em órgãos públicos.

Apesar de o relatório ser consistente, Janot está enfraquecido e qualquer denúncia apresentada por ele tende a ser rejeitada pela Câmara. Ninguém aposta que os deputados farão análise técnica do inquérito, que tem 494 páginas e fartura de provas.

Indisposição – Não é só na Câmara que a situação de Janot está difícil. No Judiciário, também não é boa.

Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) avaliam que dificilmente Janot será afastado pela Corte dos casos que envolvem o presidente Michel Temer. Apesar disso, o chefe do MPF deve se preparar para ouvir uma série de críticas à sua atuação no julgamento desta quarta-feira (13).

Membros do tribunal afirmam que nunca antes o juízo sobre o trabalho de Janot foi tão ruim. Se o procurador-geral fica, dizem, é porque o tempo que lhe resta é tão pequeno que não vale o desgaste de impedi-lo.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21