banner
publicidade
publicidade

TCM multa prefeito de Nova Viçosa em R$ 30 mil

Na sessão desta quarta-feira (25/05), o Tribunal de Contas dos Municípios julgou parcialmente procedente o termo de ocorrência lavrado contra a Prefeitura de Nova Viçosa, sob a responsabilidade de Carlos Robson Rodrigues da Silva, face às irregularidades na contratação de empresas para prestação de limpeza pública, no montante de R$ 3.098.084,46, no exercício de 2009.

O relator, conselheiro substituto Evânio Cardoso, solicitou a formulação de representação ao Ministério Público e aplicou multa no valor de R$ 30 mil ao gestor, que pode recorrer da decisão.

Analisado o processo, a relatoria constatou o procedimento indevido do gestor ao contratar os serviços de limpeza do Credor Lokcenter – Locação de Veículos e Máquinas Ltda., evocando a dispensa de licitação pelo estado de emergência, bem como o reconhecimento de que a empresa não procedeu a retenção do ISS, em virtude de erro provocado pelo setor contábil e a ausência de comprovação de que os preços estimados estavam compatíveis com aqueles praticados no mercado.

O prefeito teve amplo direito de defesa, alegando que o não recolhimento do ISS da Lokcenter foi em função de erro contábil, mas a relatoria constatou que não houve comprovação documental, mantendo portanto a irregularidade.

Íntegra do voto do relator do termo de ocorrência lavrado na prefeitura municipal de Nova Viçosa. (O voto ficará disponível após conferência).


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21