banner
publicidade
publicidade

Técnicos da Defesa Civil do Estado auxiliam os municípios atingidos por fortes chuvas.

Técnicos da Defesa Civil do Estado auxiliam os municípios atingidos por fortes chuvas.

As fortes chuvas que vem caindo sobre o Estado da Bahia desde o inicio de dezembro, atingiram não só a capital Salvador, como boa parte do interior baiano. Técnicos da Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado (SUDEC) visitaram alguns dos municípios baianos como: Ilhéus, Itabuna, Ibipeba e Lajedinho, para auxiliar na elaboração de relatórios e na documentação necessária para o decreto de situação de emergência ou de estado de calamidade pública, caso haja necessidade. Além disso, orientou os gestores sobre a necessidade de deslocar a população que se encontra em áreas de risco.

Ruas alagadas, casas destruídas, famílias desalojadas e desabrigadas, rios transbordando, pontes interditadas, ameaça de desabamento, falta de energia, queda de árvores e reclamações a respeito da falta de acesso a vias principais dos municípios foram alguns dos transtornos vivenciados pela população afetada. Ainda não foram contabilizados os estragos, mas a situação está sob controle e as famílias que precisaram de abrigo estão alojadas ou em órgão públicos ou em casa de parentes.

­A SUDEC está reforçando os órgãos municipais para que todos estejam capacitados a prestarem as primeiras ações de resposta. Segundo o superintendente de Proteção e Defesa Civil do Estado, Salvador Brito, o Governo Federal tem recursos para ações preventivas, mas para isso o município deve ter a sua Defesa Civil Municipal como órgão gestor orçamentário, providenciar o cartão de Pagamento da Defesa Civil e preparar os seus projetos. Para mais informações é só acessar o site da Defesa Civil no link: http://www.defesacivil.ba.gov.br.

 

Conforme o planejamento da Defesa Civil para 2014, a partir de fevereiro começarão algumas atividades como cursos de capacitação em Gestão de Risco de Desastre, Simulado, Conferência Estadual, cursos de capacitação básica em Defesa Civil, entre outros.

 

Situação de Emergência ou Estado de Calamidade Pública – Até agora somente 02 municípios tiveram reconhecimento de situação de emergência por causa das chuvas: Nilo Peçanha e Prado e 01 de Estado de Calamidade Pública: Lajedinho.

 

Lajedinho

A Superintendência de Proteção e Defesa Civil em parceria com outros órgãos do Estado como Sedes, Conder, Sedur, Embasa, Coelba, Corpo de Bombeiros, entre outros estão desenvolvendo ações para minimizar a situação. Entre elas, o “Benefício Eventual”, um recurso de, aproximadamente, R$ 500,00 por família, com o intuito de atender itens básicos como a compra de colchões, fraldas, água mineral, cestas básicas, pagamento de aluguéis sociais, cobertor, entre outros. Em articulação com as Voluntárias Sociais, a Sedes enviou seis mil pacotes de sopa concentrada e, por meio dos programas Vida Melhor e PAA Alimentos, doou três refrigeradores. Foram enviados técnicos de assistência social e da Defesa Civil para dar suporte às vítimas, além da mediação com o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome. O intuito é assessorar o município para a implantação do Serviço de Proteção em Situações de Calamidades Públicas e Emergenciais, para assegurar provisões de ambiente físico, recursos materiais, humanos e trabalho social necessários para a manutenção de abrigos temporários.

Também foram doados dois computadores e estabilizador para apoio de atividades administrativas, além de material de limpeza. A Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec) disponibilizou 1.600 m² de lona e 140 cobertores e, em articulação com a Embasa, doou seis mil copos de água mineral, além de apoio na elaboração do decreto de Estado de Calamidade Pública.

 


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21