banner
publicidade
publicidade

Verdão volta ser campeão da Copa do Brasil

O Palmeiras voltou a conquistar um título nacional após 14 anos. O time paulista segurou o empate em 1 a 1 contra o Coritiba e conquistou o bicampeonato da Copa do Brasil. O Verdão aproveitou a vantagem conquistada no primeiro jogo, quando venceu em casa por 2 a 0.

No Couto Pereira, a equipe só perderia o troféu se perdesse por três gols de diferença. Com a igualdade no placar, o Alviverde ganhou a competição nesta quarta-feira. Betinho foi o autor do gol palmeirense.

Empate sem gols deixa Palmeiras perto do título

Precisando reverter o resultado, o Coritiba iniciou o jogo pressionando o Palmeiras. Apesar da grande posse de bola, os donos da casa quase não criavam oportunidades de gols. Aos cinco minutos, Everton Ribeiro finalizou de longe e isolou a bola. Só que foram os visitantes que  chegaram com mais perigo.  Mazinho tocou para Juninho, que bateu forte e Vanderlei espalmou aos 12.

O Verdão se animou, cresceu no duelo e a partida ficou equilibrada. Aos 20, quase que time paulista abriu o placar. Assunção cobrou falta para área e Betinho, livre de marcação, emendou de primeira e mandou pela linha de fundo. E a principal arma palmeirense era na bola parada com Assunção. Aos 27, o camisa 20 arriscou direto para a meta e a redonda passou perto da trave direita do arqueiro.

Porém, o Coxa esteve muito perto de balançar a rede logo em seguida. Everton Costa tocou para trás e Rafinha tentou um chute cheio com efeito, que assustou o goleiro adversário. O clube paranaense passou a finalizar de fora da área nos minutos finais da etapa.  Sérgio Manoel desperdiçou chance após isolar chute da intermediária aos 40. Já o Alviverde paulista trocou passes e segurou a igualdade.

Betinho faz gol e Verdão conquista bicampeonato após 14 anos

Vendo o título distante com o empate, o Coritiba partiu para cima do Palmeiras no segundo tempo. Aos três minutos, Ayrton cobrou falta com força e a bola foi pela linha de fundo. A pressão do time mandante era grande, mas a equipe não conseguia transformar a posse da bola em finalizações. Os visitantes estavam bem postados na defesa e não deixavam o rival chegar com perigo à área.

Só que o Coxa aproveitou cobrança de falta perfeita de Ayrton para deixar o confronto dramático e deixar a torcida paranaense esperançosa. Ele cobrou falta com categoria e mandou a bola no ângulo direito de Bruno para fazer 1 a 0 aos 16 minutos. Porém, o Verdão não se abateu, alcançou o empate cinco minutos depois e se aproximou do bicampeonato da Copa do Brasil. Assunção cobrou falta para área e Betinho cabeceou para deixar tudo igual: 1 a 1.

Aos 28, por muito pouco, o Porco não fez o segundo gol. Assunção cobrou a falta e mandou a bola na trave.  O time paulista passou a controlar a partida. Abatidos, os paranaenses não conseguiram criar chances de reverter a situação. Com isso, o Palmeiras voltou a soltar o grito de campeão da Copa do Brasil que estava entalado desde 1998.

 
CORITIBA 1 X 1 PALMEIRAS

Local: Couto Pereira, Curitiba (PR)
Data/Hora: 11/07/2012 – 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (FIFA-DF)
Assistentes: Carlos Berkenbrok (FIFA-SC) e Alessandro Rocha de Mattos (FIFA-BA)

Renda e público:-
Cartões amarelos: Rafinha, Lincoln e Lucas Mendes (CTB); Juninho, João Vítor, Artur e Marcos Assunção (PAL)
Cartão vermelho: Pereira (CTB)
GOLS: Ayrton, 16’/2ºT (1-0), Betinho, 20’/2ºT (1-1)

CORITIBA: Vanderlei, Jonas (Ayrton, Intervalo), Pereira, Demerson e Lucas Mendes; Willian, Sergio Manoel (Lincoln, 14’/2ºT), Rafinha, Everton Ribeiro e Roberto (Anderson Aquino, 21’/2ºT); Everton Costa. Técnico: Marcelo Oliveira

PALMEIRAS: Bruno, Artur, Maurício Ramos, Thiago Heleno (Leandro Amaro, 37’/1ºT) e Juninho; Henrique, Marcos Assunção, João Vítor e Daniel Carvalho (Luan, 11’/2ºT); Mazinho e Betinho. Técnico: Luiz Felipe Scolari.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21