banner
publicidade
publicidade

Vitória toma virada

Foto: Google Fim de semana será longo para a torcida rubro-negra
O Vitória jogou uma partida em que conseguiu ir do céu ao inferno em apenas 90 minutos e quase levar o torcedor para o túmulo de tanta raiva. O time vencia o Goiás por 3 x 0 até o meio do 1ª tempo, mas até o final do jogo conseguiu levar uma virada inacreditável por 4 x 3.
Mesmo assim, o Leão permanece na 4ª colocação e por enquanto não deixa o G4, com os mesmos 11 pontos que tinha no início da partida. Já o Goiás subiu para a 9ª colocação, empatando em pontos com o Vitória. No início da partida, houve muito estudo de lado a lado, mas o Rubro-negro foi mais efetivo e conseguiu marcar logo.
Aos 13min, Marquinhos estava de frente para o gol e furou feio, mas Pedro Ken conseguiu aproveitar a sobra. Harlei defendeu e Marquinhos se redimiu abrindo o placar. E depois do primeiro gol a porteira se abriu. Aos 18min, Ken lançou Neto Baiano e o artilheiro do Brasil não perdoou e brocou sem chance para o goleiro goiano. Um minuto depois Neto atacou novamente, desta vez recebendo nas costas da zaga vindo de Marquinhos. Parecia que viria uma chuva de gols.
Houve tempo ainda para o Goiás marcar um golzinho de honra aos 33min, quando David viu uma brecha na zaga e mandou uma bomba que Renan não conseguiu espalmar. Nada que abalasse os humores do Leão. Porém, Carpegiani resolveu decretar o jogo ganho na virada para o 2º tempo e tomou uma das piores decisões de sua carreira. Jogando de maneira diametralmente oposta, fechado na defesa para garantir o resultado, o Vitória atraiu o Goiás para o campo de defesa e pagou um altissimo preço.
Aos poucos, o Goiás foi dominando a partida e chegando cada vez mais perto da área do Vitória. O gol estava perto, mas nenhum rubro-negro estava preparado para o que viria. Aos 21min, Iarley ajeitou de cabeça dentro do gol e Ricardo Goulart conseguiu aproveitar bem e acendeu completamente as esperanças do time da casa. A situação ficou ainda pior 10 minutos depois, com o empate marcado por Renan Oliveira de cabeça.
Desesperado, o Vitória tentava conter de qualquer maneira o impeto da equipe esmeraldinha, que se lançava ao ataque crente na virada. E aos 40min, Felipe Amorim invadiu a área e Victor Ramos inadvertidamente derrubou o atleta na área. Na cobrança, Toloi decretou a tragédia rubro-negra e o milagre goianiense no Serra Dourada. No finalzinho, o Vitória ainda perdeu Léo, expulso por discutir com o árbitro, eo treinador Carpegiani, também excluido por ter invadido o campo.


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21