banner
publicidade
publicidade

WAGNER CRITICA CUNHA E NEGA QUE VÁ SUBSTITUIR MERCADANTE NA CASA CIVIL

Ao lado do presidente nacional do PT, Rui Falcão, o ministro da Defesa,  Jaques Wagner,  participou, neste sábado, 1º, em Salvador, da reunião do diretório estadual do PT que discutiu a conjuntura política, cobrou moderação do peemedebista.

Segundo Wagner a postura do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha de tentar usar o cargo para uma “cruzada” contra o governo é altamente nocivo à convivência democrática.De acordo com o ministro a postura de Cunha está prejudicando o papel da Câmara.

Wagner criticou as CPIs que, segundo ele,  acabam não revelando nada, da forma como estão sendo conduzidas, e voltou a negar que possa assumir a articulação política do governo no lugar no ministro da Casa Civil,  Aloízio Mercadante.

Sobre o apelo feito pela presidente Dilma Rousseff aos governadores, no sentido de as bancadas estaduais aprovarem os projetos que vão garantir o ajuste fiscal, Wagner  disse que Dilma espera que deputados e senadores tenham a responsabilidade de ajudar o País a sair da crise econômica.

“É preciso levar em conta que a queda no preço das commodities contribuíram, e muito, para a redução do fluxo de caixa do governo”. Com informações de A Tarde


Comentários



radio
radio destaque
Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21