banner
as
publicidade
publicidade

Fibria é pioneira no apoio ao Ano Internacional das Florestas da ONU

Fibria é pioneira no apoio ao Ano Internacional das Florestas da ONU

A Fibria, líder mundial na produção de celulose de fibra curta, será a primeira empresa brasileira do setor florestal a utilizar o selo da campanha pelo Ano Internacional das Florestas criado pela Organização das Nações Unidas (ONU). As Nações Unidas deram aval para a empresa a aplicar o selo em seus materiais e contribuir para a sensibilização da sociedade para a importância da conservação das florestas, base da atuação da Fibria.

O selo da ONU foi criado para transmitir o papel central das pessoas na gestão, conservação e desenvolvimento sustentável das florestas e retrata alguns dos valores múltiplo das florestas e da necessidade de uma perspectiva de 360 graus: as florestas oferecem abrigo para as pessoas e habitat para a biodiversidade, são fonte de alimentos, remédios e água potável, e desempenham um papel fundamental para o meio ambiente e para a manutenção da estabilidade global do clima. Todos estes elementos em conjunto reforçam a mensagem de que as florestas são vitais para a sobrevivência e o bem estar das pessoas em todos os lugares.

Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnud) as florestas representam 31% da cobertura terrestre do planeta. A iniciativa da ONU busca promover, durante os próximos 12 meses, ações que incentivem a gestão sustentável de todos os tipos de florestas, contribuindo para a conservação da biodiversidade e redução de mudanças climáticas.
A Fibria investe em cultivo de florestas como fonte renovável e sustentável de vida, para produzir riqueza e crescimento econômico, promover desenvolvimento humano e social e garantir conservação ambiental. A empresa foi autorizada pela ONU por seu posicionamento e por adotar iniciativas que a caracterizam como uma empresa comprometida com o desenvolvimento sustentável de florestas, como por exemplo:

Cuidados com a matéria-prima

Toda a celulose produzida pela empresa é proveniente de florestas plantadas de eucalipto, renováveis e certificadas pelo Forest Stewardship Council (FSC) ou pelo Sistema Brasileiro de Certificação Florestal (Cerflor/PEFC).

Respeito ao meio ambiente

Cerca de 40% de sua base florestal (393 mil hectares o equivalente a quase 400 mil campos de futebol) são reservas nativas, nos biomas Mata Atlântica, Pampa e Cerrado, em mosaicos intercalados com os plantios comerciais, que recebem monitoramento ambiental e ações voltadas para a ampliação da diversidade biológica.

Criação de Unidades de Conservação

Três fazendas da Fibria foram convertidas em Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs) e outras três estão aguardando homologação do órgão ambiental e totalizarão uma área de 6.634 hectares, possibilitando a formação de corredores ecológicos com outros fragmentos de florestas nativas.

Nessas RPPNs existem registros de espécies ameaçadas de extinção que só foram encontradas em suas reservas, como o beija-flor rabo de canela, e de espécies ameaçadas que tiveram sua população aumentada devido ao manejo florestal da empresa nas reservas, como o papagaio-chauá.

Restauração e preservação de biomas

A Fibria é membro do Pacto Pela Restauração da Mata Atlântica e do Projeto Corredores Ecológicos do Vale do Paraíba. Em 2009, ano em que as operações florestais retomaram o ritmo, foram produzidas 400 mil mudas de espécies nativas, das quais 193 mil doados para a restauração e ampliação de florestas nativas fora da base florestal da Fibria.

A empresa faz parte do grupo de estudos chamado NGPP (sigla em inglês para nova geração de plantios florestais), criado em 2007 pela World Wildlife Foundation (WWF), para desenhar uma nova geração de plantios florestais que promova a integridade e os altos valores de conservação dos ecossistemas. A atuação da Fibria é por meio do projeto Mosaicos Florestais Sustentáveis, desenvolvido em parceria com ONGs e empresas do setor na região da Bahia e Espírito Santo.

Compromisso com a biodiversidade

A Fibria é signatária da Carta Empresarial pela Conservação e Uso Sustentável da Biodiversidade, que reúne compromissos assumidos por 50 empresas e recomendações ao governo brasileiro. A empresa foi destaque no relatório de resultados do Forest Footprint Disclosure (FFD) por seu comprometimento com o uso de matéria-prima 100% certificada. A empresa também apoia programas de estudo, monitoramento e conservação da biodiversidade, como o Centro de Recuperação de Animais Selvagens (Cereias), o Instituto Baleia Jubarte, o Projeto Manguezal, entre outros.

Indicadores de sustentabilidade

A empresa recebeu a certificação Carbon Footprint de seu inventário de emissões de gases de efeito estufa de 2010 – com base em 2009 –, que demonstra o sequestro de quase 25 milhões de toneladas de carbono em suas florestas plantadas e nativas – 10 vezes mais que as emissões de todas as suas operações florestais, industria e de logística somadas.

A Fibria integra o Índice Carbono Eficiente (ICO2), indicador criado pela BM&FBovespa e pelo BNDES que lista as ações mais negociadas e que informam suas emissões de gases. Ainda na Bolsa de Valores de São Paulo, a empresa faz parte da carteira 2011 do Índice de Sustentabilidade Empresarial. Em setembro a empresa foi selecionada para a integrar o Índice Dow Jones de Sustentabilidade 2010/2011, da Bolsa de Nova York.

Mais informações:
Raquel Medeiros
Pauta 6 Comunicação


Comentários



Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21