banner
as
publicidade
publicidade

Secretaria de Saúde realiza primeiro mutirão de glaucoma de 2024 em Mucuri e Itabatã

 

A Secretaria Municipal de Saúde finalizou nessa terça-feira, 23 de janeiro, o primeiro mutirão de glaucoma do ano de 2024, no distrito de Itabatã e município de Mucuri, possibilitando o acesso ao cuidado da saúde dos olhos a 220 pacientes. A ação foi acompanhada de perto pelo secretário de Saúde, o bioquímico Fernando Jardim.

O mutirão do glaucoma tem o objetivo de realizar o diagnóstico precoce, encaminhando o paciente para o tratamento adequado e amenizar a fila de espera. Nos últimos anos, o município de Mucuri tem avançado no atendimento indicado para muitos cidadãos que tinham a visão comprometida, e aguardavam pela realização destes procedimentos.

Nesta primeira grande ação do ano, após passar por uma triagem, os pacientes foram encaminhados para a realização de testes, que são realizados por enfermeiros e em seguida foram atendidos pela equipe médica que realizou os devidos os exames, com verificação da pressão ocular e receitando o uso dos colírios para o tratamento adequado da doença. Ao todo foram distribuídos 1094 colírios para a continuidade desse tratamento.

Em Mucuri/Sede os atendimentos aconteceram na segunda-feira (22), e no distrito de Itabatã na terça-feira (23), onde os pacientes contaram também com a distribuição de um lanche e apoio quanto ao transporte disponibilizado pela Secretaria de Saúde para garantir maior conforto e segurança aos pacientes. Na segunda, os pacientes encaminhados com o transporte municipal foram dos Assentamentos, já para a ação em Itabatã nesta terça, foram transportados os pacientes residentes dos distritos, com a supervisão do diretor de transportes Ademilson Ferreira “Dema”.

 

Sobre o glaucoma

O glaucoma é uma doença que surge a partir do aumento da pressão intraocular, propiciando a destruição das células do nervo óptico e causando cegueira, caso o paciente não seja tratado corretamente.

Entre os sintomas mais frequentes da doença estão as “manchas escuras” no campo visual periférico. Apesar de ainda não ter cura, existem diversas formas de controle da doença. Quanto mais precoce for o diagnóstico, maiores são as probabilidades de evitar a perda da visão do paciente.


Comentários



Fale conosco
TEIXEIRA VERDADE
CNPJ:14.898.996/001-09
E-mail - teixeiraverdade@gmail.com
Tel: 73 8824-2333 / 9126-9868 PLUG21